Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Primeiro Fórum “Pensar a Cidade” é uma marca que a Câmara Municipal da Praia está a lançar- vereadora

Cidade da Praia, 29 Abr (Inforpress) – A primeira edição do Fórum “Pensar a Cidade” é uma marca que a Câmara Municipal da Praia (CMP) está a lançar, disse hoje à Inforpress a vereadora do pelouro da Cultura e Economia Criativa da autarquia praiense, Chissana Magalhães.

“Esta primeira edição, que decorre on line, tem como tema central “Património Cultual, Turismo e Desenvolvimento”, afirmou a vereadora da CMP, adiantando que com este evento se pretende fomentar uma discussão em torno das potencialidades da Praia, enquanto pólo turístico, com particular incidência nas questões ligadas ao turismo cultural e ao papel que o património cultural (material e imaterial) pode desempenhar.

O Fórum “Pensar a Cidade” realiza-se no quadro das comemorações dos 163 anos da elevação da então Vila de Santa Maria da Vitória à categoria de cidade, que se assinala esta quinta-feira, 29.
O referido fórum, de acordo com a vereadora, tem como oradores o historiador António Correia e Silva, antigo reitor da Universidade de Cabo Verde, Amílcar Aristides Monteiro, consultor e pesquisador na área do turismo e desenvolvimento local, António Canhão Veloso, empresário, consultor, CEO da CulTur, Melissa Inocêncio, marketeer e empresária, Emanuel Almeida, técnico de gestão e administração do Turismo e José Landim, mestre em Valorização e Gestão do Património Cultural.

“Queremos que este debate seja o mais participado possível e pretendemos que o público tenha a oportunidade de levantar questões”, lançou Chissana Magalhães.

As actividades programadas no quadro do 163º aniversário da cidade capital, conforme a vereadora da Cultura e Economia Criativa, começaram a ser cumpridas desde a semana passada, com uma tertúlia literária e assinatura de um conjunto de protocolos com vários agentes culturais.

De um total de 136 candidaturas, o júri seleccionou 24 projectos culturais em diferentes modalidades, que, de certo modo, irão “dinamizar a vida cultural” da cidade e do município.

No âmbito do primeiro edital de artes e espectáculos para o ano económico de 2021, o
orçamento total é de dez mil contos, mas o valor total dos projectos seleccionados é de 5.640 contos.

Ainda para assinalar a efeméride, a CMP inaugurou uma nova linha de transportes públicos, na zona de Safende e vai ser lançada uma campanha “muito forte” de sensibilização na luta contra a pandemia da covid-19, assim como plantações de árvores, esta última no quadro do ambiente e saneamento.

Também no quadro do dia da cidade, o historiador e professor universitário Lourenço Gomes lançou esta quarta-feira mais uma obra intitulada “Monumentos: História e Interpretação” que retrata zona histórica da capital, desde 1778 até hoje.
A vereadora Chissana Magalhães anunciou, embora sem precisar a data, que a câmara municipal vai lançar uma colecção com edições acerca da Cidade da Praia e do município.
Ainda sobre o Dia da Praia, informou que a autarquia está a apostar em programas que não impliquem “grandes concentrações de pessoas, mas que são marcantes para a cidade”.

Adiantou, por outro lado, que a CMP está a estudar o modelo e formato de festivais, porque, justificou, os responsáveis camarários têm a preocupação de acompanhar a evolução da pandemia no País, em particular no município da Praia.

Entretanto, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, endereçou uma mensagem aos praiense, lamentando o facto de esta ser é a segunda vez que comemoram o dia da sua Cidade, numa situação de pandemia e, segundo ele, isto os obrigou a procurar alternativas para as suas vidas pessoais, profissionais e familiares.

“Faço votos para que as próximas comemorações deste dia decorram já num clima de normalidade e que os praienses possam olhar para este período, aliviados, e com a esperança e a confiança renovadas”, desejou Fonseca.

Na mensagem, o Chefe de Estado destacou a realização das eleições autárquicas no País e que na capital deram lugar à alternância democrática dos titulares dos seus órgãos municipais – Câmara e Assembleia.

“Apesar das contingências, pudemos assistir à participação activa dos munícipes nestas eleições, na maior cidade do País, e a expressão desta vontade popular e prova de civismo”, realçou o Presidente da República.

LC/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos