Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PR anuncia fim do estado de emergência na ilha de Santiago a partir da meia-noite de sexta-feira (actualizada)

Cidade da Praia, 28 Mai (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, anunciou hoje o fim do estado de emergência na ilha de Santiago, a partir das 24:00 de sexta-feira, 29 de Maio.

O anúncio foi feito depois de uma reunião com o primeiro-ministro, o ministro da Saúde, o ministro da Administração Interna e o director nacional de Saúde, para avaliação do estado de emergência em vigor.

“Estamos numa situação em que a situação epidemiológica é estacionária (…) e, portanto, tomei a decisão de não se prologar o estado de emergência na ilha de Santiago”, declarou.

De acordo com o chefe de Estado vai-se caminhado, “com prudência”, para o levantamento progressivo das restrições na ilha de Santiago para com sentido de responsabilidade de todos poder-se caminhar para uma situação de normalidade.

“O Presidente da República confia no senso da responsabilidade dos cabo-verdianos e creio que continuarão a manter e a reforçar este sentimento de responsabilidade individual, para que possamos dar sempre passos em frente”, observou, lembrando que não hão nenhum limite constitucional para não renovar o estado de emergência.

Segundo o mais alto magistrado da Nação, as indicações são positivas do ponto de vista da atitude cooperativa dos cabo-verdianos, sendo que, por isso, segundo ele, não faz sentido, depois de uma prorrogação flexível do estado de emergência, dar-se um passo atrás e não prosseguir na atenuação progressiva das restrições.

“Não se pode dar garantias absolutas de nada nessas matérias, mas tivermos informação pormenorizada da evolução das diferentes semanas epidemiológica e mesmo a partir de critérios estabelecidos pela OMS dá alguma confiança de que, não havendo nenhum factor extraordinário, situação é estacionária com uma eventual tendência decrescente”, ressalvou.

Para concluir Jorge Carlos Fonseca disse que a última prorrogação do estado de emergência foi uma etapa de estágio para ver com as pessoas regiam e as suas preocupações com a epidemia, o que estimula o poder político a apostar no levantamento progressivo das restrições.

Na sexta-feira, às 10:00, o Governo vai anunciar o plano de desconfinamento para todo o território nacional, mas com calendário diferenciado para as diferentes ilhas.

Cabo Verde regista 390 casos acumulados de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (331), Boa Vista (56) e São Vicente (03).

Do total, registaram-se quatro óbitos, dois doentes transferidos para os seus países e 155 doentes recuperados. O país tem neste momento 229 casos activos.

A pandemia do novo coronavírus já matou pelo menos 355 mil pessoas e infectou mais de 5,7 milhões em todo o mundo desde Dezembro.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos