Presidente do PTS nega reconhecer candidatura de Romeu di Lurdes à região de Santiago Sul

Mindelo, 28 Fev (Inforpress) – O presidente do Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS, oposição) assegurou hoje que não reconhece a candidatura de Romeu di Lurdes como cabeça-de-lista do partido para a região de Santiago Sul. 

Em nota enviada hoje à Inforpress, Gilson Alves disse que o PTS não reconhece esta candidatura e nem deu autorização formal ou informal para tal anúncio. 

“Nunca houve e nem haverá um acordo com o auto-proclamado cabeça-de-lista, sr. Romeu di Lurdes. O indivíduo em causa, segundo sabemos, por sua própria iniciativa, encetou contactos informais com o vice-presidente do partido, auto-propondo-se como cabeça-de-lista para o referido círculo”, considerou a mesma fonte, adiantando que o partido nunca tomou uma decisão sobre o assunto, evidentemente, antes da conclusão das conversas informais ou antes da conclusão de um acordo formal; 

“Contudo, surpreendentemente, por iniciativa própria e numa atitude de extrema imaturidade, no ímpeto de se mostrar e ter alguns minutos de fama, o indivíduo em causa decidiu declarar-se candidato e cabeça-de-lista sem nunca ter recebido um aval do partido, sem nunca ter concluído qualquer acordo com o partido”, lê-se na nota. 

Gilson Alves garantiu que a declaração de Romeu di Lurdes “não tem qualquer validade” e que “não fala e nunca falará em nome do PTS, não é militante do partido e não ocupa qualquer cargo dentro do partido”. 

Admitindo que o PTS liderado por si tem uma filosofia e visão próprias,  Gilson Alves considerou que Romeu di Lurdes é livre de prosseguir as suas ambições políticas pessoais, mais é melhor que “procure um outro cavalo para montar”.

“Esta é também uma notificação legal do PTS ao referido indivíduo. Que ele cesse todas as declarações que possam ferir a boa imagem do PTS, e que ele venha retratar-se do seu anterior anúncio”, rematou. 

Romeu di Lurdes, que candidatou às últimas autárquicas como independente e fez o anúncio de ser cabeça-de-lista do PTS para Santiago Sul no dia 17 de Fevereiro, disse querer focar muito na empregabilidade, na habitação e produção nacional. 

LN/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos