Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente da República recebeu delegação do MpD no quadro dos resultados eleitorais

Cidade da Praia, 21 Abr (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, recebeu hoje uma delegação do MpD, no quadro da auscultação dos partidos políticos sobre a indigitação do primeiro-ministro, na sequencia dos resultados das eleições legislativas do passado 18 de Abril.

À saída do encontro com o chefe de Estado, a secretária-geral do Movimento para a Democracia (MpD), Filomena Delgado, revelou à imprensa que a sua delegação conversou com Jorge Carlos Fonseca sobre o processo eleitoral e que se tratou de uma audiência no quadro da auscultação que está a fazer a todos os partidos com assento parlamentar.

Instada por que razão ainda não se conheceram os resultados do círculo eleitoral da Europa e resto do mundo, Filomena Delgado escusou-se a comentar, alegando que compete à Comissão Nacional de Eleições (CNE) esclarecer.

“…Tudo aponta para que haja um deputado para cada um dos partidos políticos, MpD e PAICV”, prognosticou a secretária geral do MpD.

Relativamente à auscultação dos partidos políticos antes da publicação dos resultados definitivos, disse ser “normal”, acrescentando que neste momento há dados que apontam para a vitória do MpD.

“Não houve indigitação de ninguém. Não se falou em nomes”, acrescentou Filomena Delgado.

Sobre os próximos passos no que tange à nomeação do primeiro-ministro afirmou que se deve aguardar a publicação dos resultados definitivos para se avançar com o processo.

Além dos representantes do MpD e do PAICV, o Presidente da República reuniu-se em plataforma digital com o líder da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), António Monteiro, a partido da cidade do Mindelo, São Vicente.

De acordo com os dados provisórios, disponibilizados no site oficial, www.eleicoes.cv, o MpD venceu o pleito com 110.117 votos (48,8%) e uma maioria absoluta no parlamento, com 37 deputados, de um total de 72.

O PAICV obteve 86.948 votos (38,5%) e 29 deputados, estando ainda por distribuir dois deputados relativos ao círculo da Europa e Resto do Mundo.

A UCID, que concorreu também aos 13 círculos eleitorais, conseguiu 19.872 votos (8,8%) e quatro mandatos entre os 72 eleitos, aumentando o seu score parlamentar, que era de três.

As restantes três forças políticas concorrentes, Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS), Partido Popular (PP) e Partido Social Democrático (PSD) não conseguiram eleger qualquer deputado.

A abstenção, segundo os dados provisórios, aumentou face a 2016, situando-se agora nos 42,5%.

Às legislativas de domingo, 18, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorreram seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorreram em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

LC/CP
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos