Presidente da República manifesta pesar pela morte de Moacyr Rodrigues

Cidade da Praia, 23 Dez (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, endereçou esta tarde uma nota de pesar pela morte de Moacyr Rodrigues, salientando que Cabo Verde perdeu um homem da escrita, do Carnaval e do desporto.

“É com tristeza que soubemos do falecimento do Doutor Moacyr Rodrigues, um cabo-verdiano com uma trajectória de vida de muita dedicação ao seu País e à sua cultura”, refere a nota também enviada à redacção da Inforpress.

Jorge Carlos Fonseca salienta que a atitude e o olhar de Moacy Rodrigues perante a vivência política e sociocultural da sua terra natal transformaram-no num intelectual no sentido mais genuíno da palavra.

O chefe Estado acrescentou ainda que além dos “contributos importantes” dados ao ensino, e à cultura de uma forma geral, o facto de ter concluído um doutoramento sobre a morna, numa fase já adiantada da sua vida, demonstra o quão comprometido e disponível se mostrava para com a preservação identitária da sua nação.

“Cabo Verde, igualmente, perdeu um homem da escrita, do Carnaval e do desporto, tendo sido um dos principais fundadores da Académica da Praia nos anos sessenta, equipa onde foi também jogador e capitão”, realçou.

“Neste momento de consternação endereçamos mensagem de reconhecimento e de encorajamento aos familiares e amigos, agradecendo, na qualidade de chefe de Estado, o legado que Moacyr Rodrigues, cidadão exemplar, deixa ao País e às novas gerações” acrescentou Jorge Carlos Fonseca na nota.

Moacyr Rodrigues faleceu hoje na ilha de São Vicente aos 87 anos.

O escritor, filólogo e antropólogo foi um estudioso da morna e um dos grandes apoiantes da sua elevação a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Também durante a sua vida debruçou-se sobre a história do Carnaval cabo-verdiano, especialmente o de São Vicente.

MJB/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos