Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente da PCARCV considera debate intersectorial sobre IGM de extrema importância para Cabo Verde

Cidade da Praia, 23 de Set (Inforpress) – O presidente da Plataforma das Comunidades Africanas Residentes em Cabo Verde, José Viana, considerou hoje que a reunião intersectorial de alto nível sobre IGM é de extrema importância para Cabo Verde.

José Viena fez essa afirmação, em declarações à Inforpress, à margem da reunião que teve lugar na sala de reuniões do Palácio do Governo, para a apresentação da consulta e validação dos Indicadores de Governança da Migração (IGM).

“O encontro, em que participaram representantes da sociedade civil e de vários serviços do Estado é de saudar tendo em conta os objectivos que estão englobados na preparação do documento onde se realça a importância das migrações para Cabo Verde, como também para o mundo” disse.

Segundo José Viena, dentro da estrutura que é a migração, o documento sobre os IGM é uma oportunidade para se discutir pontos importantes para o acesso dos migrantes a bens como a educação, a saúde e o emprego.

A par disso, sublinha a questão da habitação, explicando que este também é um ponto de extrema importância para os migrantes se sentir incluídos no país de acolhimento.

Ainda na sua declaração, o representante da Plataforma das Comunidades Africanas Residentes em Cabo Verde diz acreditar que algo vai melhor para os imigrantes residentes no país com a validação do IGM.

“Acredito que sim … mas já estamos a ter algumas respostas muito positivas, nomeadamente, com a criação da Alta Autoridade para a Imigração, entidade a quem está atribuído um conjunto de responsabilidades nas questões da imigração”, afiançou.

Como entidade que representa os imigrantes africanos em Cabo Verde, José Viena interveio em temas como a adesão às normas internacionais e respeito pelos direitos dos migrantes, parcerias para lidar com a migração e questões relacionadas, melhoramento do bem-estar socioeconómico dos migrantes na sociedade, entre outros.

O debate que acontece no contexto da pandemia do novo coronavírus, foi realizado no formato online e semipresencial.

DM/PC//HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos