Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente da Comissão da UA destaca êxitos da organização e alerta para desafios

Adis Abeba 10 Set (Inforpress) – O presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, destacou no Dia da União Africana os sucessos da organização, mas alertou para os desafios da covid-19, das instabilidades políticas e da violência ‘jihadista’ no continente.

“Os êxitos alcançados até aqui só podem ser referidos à sombra dos desafios, que são muitos, diversos e que se acumulam na nossa jornada. Eles obrigam-nos a reconfigurar permanentemente a nossa estratégia de acção”, referiu o presidente da Comissão da UA num comunicado hoje divulgado pela organização.

Entre os desafios enfrentados, Faki Mahamat, que preside a organização desde 2017, destacou a covid-19, que considerou “aterradora pela sua forte capacidade de desafiar os tradicionais protocolos de prevenção e tratamento desenvolvidos por laboratórios de investigação e a sua capacidade de matar”.

Da mesma forma, o também antigo primeiro-ministro do Chade referiu que “o panorama da vida política” em África “foi muito perturbado pelas instabilidades políticas resultantes de alterações inconstitucionais, mas, acima de tudo, pelos repetidos e cada vez mais ameaçadores ataques por grupos ‘jihadistas’ que operam em vastas áreas do continente”.

Para enfrentar estes desafios, o presidente da Comissão da UA sugeriu que é necessário haver “resoluções e engenho para encontrar soluções cada vez mais apropriadas” que garantam o progresso e os objectivos da Agenda 2063.

O Dia da União Africana celebra-se no dia 09 de Setembro e assinala a assinatura da Declaração de Sirte, nesse dia em 1999.

Na Declaração de Sirte, os líderes Estados-membros da Organização da Unidade Africana (OUA) pediram o estabelecimento de uma União Africana para acelerar o processo de integração no continente.

A União Africana foi criada a 11 de Julho de 2000 e reúne actualmente 55 estados-membros, incluindo os lusófonos Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos