Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente da Assembleia Nacional recebe deputados cabo-verdianos do parlamento pan-africano

Cidade da Praia, 25 Mai (Inforpress)- Um grupo de deputados cabo-verdianos do parlamento Pan-africano foi hoje recebido pelo presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, a quem informou sobre a eleição de Cabo Verde para presidir ao grupo regional da África Ocidental.

Em declarações à Inforpress, o representante do grupo Hélio Sanches avançou que durante o encontro tiveram a oportunidade de apresentar os resultados da última sessão do Parlamento Pan-africano, que culminou com a eleição de Cabo Verde para a presidência do grupo regional da África Ocidental.

Hélio Sanches, eleito presidente do grupo regional da África Ocidental, afirmou que a reunião serviu também para discutir estratégias que Cabo Verde deve adoptar para exercer cargos nos organismos internacionais, como União Africano (UA), o Parlamento Pan-africano e a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

“A nossa estratégia deve estar focalizada na participação desses órgãos, para que possamos estar cada vez mais integrados no continente africano, que apesar dos problemas de desemprego, migração e instabilidade política será o continente do futuro”, ressalvou o responsável, salientando que Cabo Verde tem tudo a ganhar com essa integração.

Para o deputado, a integração do arquipélago no continente africano depende muito da participação do país nesses órgãos.

Na ocasião, congratulou-se com a medida do Governo que anunciou para breve a abertura de uma embaixada de Cabo Verde em Abudja, Nigéria, e uma representação nacional junto da União Africana.

Para Hélio Sanches, é urgente que o país tenha representações junto dessas entidades para que, a nível político, possam dar corpo ao esforço que Cabo Verde tem feito para participar activamente nesses órgãos e, consequentemente, no desenvolvimento do continente.

O Parlamento Pan-Africano agrupa 55 países do fronteiro continente e tem, de entre outros poderes, verificar o funcionamento das distintas casas parlamentares, sendo que recentemente foi-lhe atribuída a competência de legislar sobre questões como a livre circulação de bens e pessoas.

AV/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos