Presidente da ANMCV faz balanço positivo de formação sobre gestão de projectos e mecanismos participativos

Cidade da Praia, 18 Jan (Inforpress) – O presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes, disse hoje que o balanço da formação de capacitação técnica avançada em matéria de concepção/gestão de projectos e mecanismos participativos é “muito positivo”.

Herménio Fernandes falava à imprensa à margem do acto de encerramento desta acção de formação, destinada a técnicos de oito municípios. A formação, que foi promovida pela ANMCV, no âmbito do Projecto “Valorizando o nosso espaço público”, decorreu de 11 a 18 de Janeiro.

“O balanço é bastante positivo, uma vez que, com esta formação, conseguimos capacitar os técnicos que irão fazer a gestão dos projectos, mas também aqueles que irão fazer a gestão financeira dos mesmos”, afirmou.

Segundo Herménio Fernandes, os técnicos tiveram, durante uma semana, a oportunidade de receber conteúdos “importantíssimos” para melhorarem a suas capacidades de gestão ao nível do referido projecto, tanto na parte financeira como também na de execução do projecto.

“Daí que nós avaliamos positivamente esta acção de formação uma vez que vai permitir que tenhamos melhores resultados na implementação deste projecto. A ideia da realização desta formação é exactamente preparar os municípios para a implementação com maior eficiência deste projecto”, continuou.

Ainda nas suas declarações, Herménio Fernandes referiu-se ainda ao envolvimento da sociedade civil, salientando que um dos objectivos também desta formação é aumentar a capacidade dos municípios na gestão participativa dos projectos.

“Vamos começar imediatamente a próxima fase que é o pagamento faseado dos financiamentos aos municípios beneficiários, no sentido de avançarmos para a sua execução porque nunca quisemos avançar sem preparar os técnicos em matéria de gestão financeira e em matéria também da gestão do projecto, mormente a sua implementação. Daí que era importante esta acção de formação”, continuou.

Para o também autarca de São Miguel, interior de Santiago, os municípios só têm a ganhar com esta iniciativa. Herménio Fernandes disse ainda que uma das áreas em que se tem dado “grande atenção” no apoio aos municípios tem que ver com a modernização administrativa, promoção da transparência e a prestação de contas.

“E esta acção de formação vem nesta linha, porque, quando melhor preparados os nossos técnicos estiveram, haverá também mais probabilidade de termos sucesso na implementação”, frisou.

Financiado pela União Europeia em cerca de 50 mil contos, o projecto “Valorizando o nosso espaço público” contempla os municípios da Praia, São Domingos, São Miguel, Porto Novo, e os dois municípios da ilha de São Nicolau.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos