Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente da ADAD faz balanço “muito positivo” dos últimos dois anos apesar da pandemia

Cidade da Praia, 10 Jan (Inforpress) – O presidente da Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD), Januário Nascimento, disse hoje que apesar da pandemia de covid-19, os últimos dois anos foram de muita produtividade da associação.

Em declarações à Inforpress, o presidente da ADAD, Januário Nascimento, sublinhou que os anos 2020 e 2021, embora tenham sido anos atípicos, foram dos melhores da associação, que conseguiu realizar diversas actividades, e estabelecer parcerias para a defesa do meio ambiente.

“Os últimos dois anos foram os melhores para a ADAD. Enquanto que as outras associações, a nível regional, estavam fechadas, a ADAD não teve medo de trabalhar, então tivemos a possibilidade de conseguir financiamento para desenvolver algumas actividades”, considerou.

De entre as actividades realizadas pela associação, o presidente da ADAD destacou a organização do seminário sobre a educação ambiental nas escolas nacionais, a realização de acções de sensibilização e formação nas escolas de Santiago e Boa Vista e a execução do projecto transparência das pescas nas ilhas de Santiago, Fogo e São Vicente.

“Participamos na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26), na execução do projecto “Dívida Pública em Capital Climático”, em parceria com o Ministério das Finanças e o Instituto Internacional do Ambiente e alguns outros parceiros”, disse.

A ADAD executou ainda o projecto ligado à campanha do dia mundial da limpeza, tendo-o coordenado a nível nacional, e contou com a participação do Comité Olímpico e das Câmaras Municipais da Praia e Boa Vista.

Januário Nascimento sublinhou ainda que a ADAD continuou com o projecto de impacto das infra-estruturas nas zonas costeiras que contou com o financiamento da MAVA, que é uma fundação da Suíça, enalteceu o empenho do Governo nas questões ligadas ao ambiente e reforçou que é primordial a educação ambiental.

“A ADAD teve e tem tido um papel importante na preservação do ambiente e apoio às instituições da sociedade civil. Enaltecemos o papel do Governo na organização de vários seminários e fóruns ligados à educação ambiental, e é importante ressaltar que todos os parceiros são importantes”, sublinhou.

O presidente da ADAD avançou que a associação está a trabalhar com uma organização da Suíça na elaboração de alguns projectos, e almejam criar parcerias com a União Africana e a União Europeia.

Januário Nascimento avançou ainda que a associação está a preparar os dossiês para 2022, nomeadamente no domínio da água, a ADAD vai participar no fórum mundial da água, no Fórum das Zonas Costeiras na Guiné-Bissau, e está a preparar projectos ligados à educação ambiental e projectos de pós covid-19.

“Nós queremos trabalhar em sintonia com as outras organizações, temos uma boa parceria a nível regional, como Gana, Mauritânia, Costa do Marfim e outros países da CEDEAO, pensamos que poderemos trabalhar com a União Africana e União Europeia, na defesa e desenvolvimento ambiental”, avançou.

ES/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos