Presidente cessante diz que a JpD tem crescido e contribuído para o desenvolvimento do país

 

Cidade da Praia, 03 Jun (Inforpress) – O presidente da JpD, Herménio Fernandes, afirmou que a estrutura política juvenil tem crescido e tem dado “sinais claros” no processo do desenvolvimento do país, apontando como prova disso as três vitórias do MpD nas eleições de 2016.

Herménio Fernandes fez estas considerações, em jeito de balanço do seu mandato que agora chega ao fim, em declarações à Inforpress, por ocasião da Assembleia-Geral da JpD-Associação Juvenil Política afecta ao Movimento para a democracia (MpD-poder), que decorre desde sexta-feira, na Cidade da Praia, sob o lema “Realizar a Juventude Cabo-verdiana”.

“Faço um balanço positivo, na medida que chamamos a atenção para questões importantes que afligiram ou continuam a afligir a juventude cabo-verdiana, nomeadamente questões ligadas ao desemprego jovem, financiamento da formação profissional e superior e financiamento de incentivos empresarias e promoção de empreendedorismo jovem e feminino”, revelou.

No dizer do actual presidente de Câmara de São Miguel, o Governo anterior “falhou redondamente” nos últimos 15 anos quantas a estas políticas, que considerou de áreas prioritárias, destacando que o actual executivo já deu “sinais claros” de que fará diferente, com medidas concretas que passam pela criação de “vários fundos de financiamento”.

Para Herménio Fernandes, ao longo dos três anos do mandato que agora termina, e estrutura partidária juvenil do MpD conseguiu marcou presença em todas as ilhas, com excepção de alguns concelhos, nomeadamente Ribeira Brava e Boa Vista, implementando a Universidade JpD que teve duas edições na Praia e no Mindelo.

Exaltou ainda o facto de terem conseguido dinamizar a juventude do partido e trazer para o seio do JpD vários jovens, a quem consciencializaram sobre a necessidade de maior envolvimento dos mesmos nas actividades política do país.

De um modo geral, disse que aquilo que foram os propósitos da sua liderança de três anos foram, “em larga medida, alcançados”.

No entender deste responsável , ter levado a JpD às escolas e universidades, promover debates sobre temas atinentes e encontros com o actual primeiro-ministro (na altura candidato) com jovens de toda a ilha do Fogo, contribuiu “fortemente” para a vitória do MpD e dos candidatos que o partido apoiou nas três eleições de 2016.

Para além de mobilizar a juventude e fazê-la acreditar nos propósitos e nas propostas do MpD para as Legislativas de 2016, enalteceu o facto de vários jovens deste movimento estarem em lugares decisivos (Autarquias, Parlamento, Governo) para darem o seu contributo para o desenvolvimento do país.

“Estamos orgulhosos do trabalho que fizemos, mas também conscientes de que não foi feito tudo, que ainda há desafios para serem vencidos, mas estamos disponíveis para continuarmos a servir o país, mesmo fora da JpD, no partido ou também na sociedade, para darmos o nosso contributo para o desenvolvendo do país”, acrescentou.

A Assembleia-Geral da Juventude para a Democracia vai reunir cerca de 100 jovens da organização juvenil de todos os concelhos do país e da diáspora e vai ter como pontos da agenda a eleição dos novos órgãos socais e a alteração dos artigos no estatuto , previstos para este sábado.

 

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos