Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidente brasileiro inicia hoje visita oficial a Israel

Telavive, 31 Mar (Inforpress) – O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, inicia hoje uma viagem oficial a Israel, a última das três visitas bilaterais programadas para o mês de Março, sem se comprometer com a mudança da embaixada para Jerusalém.

Depois de uma viagem aos EUA e ao Chile, Bolsonaro retribui a presença do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, na sua tomada de posse a 01 de Janeiro, em Brasília, capital brasileira.

No país, Bolsonaro irá visitar a unidade de contra-terrorismo da Polícia israelita e concederá a insígnia da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul à brigada de busca e salvamento do Comando da Frente Interna de Israel que ajudou o Brasil na procura das vítimas após rompimento de barragem em Brumadinho.

O chefe de Estado do país sul-americano afirmou, no sábado, na sua conta nas redes sociais, que pretende assinar com Israel acordos em áreas como “ciência, tecnologia e defesa”.

Bolsonaro fez também saber que aproveitará a sua viagem a Israel para conhecer processos de irrigação, agricultura e piscicultura, assim como tratar de um possível “intercâmbio” entre estudantes dos dois países.

“Óptimas expectativas! Israel é uma nação amiga e juntos temos muito a somar!”, escreveu o chefe de Estado brasileiro, antes de partir para Israel.

O governante brasileiro disse ainda que “talvez” abra um escritório de negócios em Jerusalém antes de decidir transferir para essa cidade a embaixada em Israel, actualmente situada em Telavive.

Segundo Jair Bolsonaro, “muitas coisas já começaram a mudar” na relação entre o Brasil e Israel, e “continuarão a mudar” com a visita oficial, que se prolonga até quarta-feira.

Desde a campanha presidencial, Bolsonaro tem assinalado a sua intenção de aproximar os dois países, tendo concedido a Benjamin Netanyahu a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira atribuída a cidadãos estrangeiros, segundo informação publicada a 18 de Janeiro no Diário Oficial da União.

De acordo com um comunicado da presidência brasileira, integram a comitiva nesta visita oficial os ministros Ernesto Araújo, das Relações Exteriores; Marcos Pontes, da pasta de Ciência e Tecnologia; general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e o almirante Bento de Albuquerque, do Ministério de Minas e Energia, entre outras autoridades.

A delegação brasileira será recebida no aeroporto pelo primeiro-ministro israelita, o que o Palácio do Planalto vê como “uma deferência” para com o Presidente brasileiro.

Lusa/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos