Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: Ulisses Correia e Silva reforça “Kalu” em acções de campanha em Santo Antão

Santo Antão, 12 Out. (Inforpress) – O candidato presidencial Carlos Veiga desembarcou hoje no Porto do Porto Novo, na companhia do presidente do MpD, e foram recebidos com o ribombar dos tambores, característico do ritmado e tradicional cola “Sanjoão”.

Em clima de festa, a comitiva da candidatura “Unir para Avançar” foi recebida por uma equipa liderada por Jorge Santos e outros actores políticos da ilha afectos ao partido da governação, protagonizando uma passeata do porto acostável ao centro da cidade, seguida de um cortejo de automóvel pelos três concelhos da ilha, com algumas paragens em pontos estratégicos, como na localidade de Eito, no Paul, Afonso e Cuculi, na Ribeira Grande.

Carlos Veiga e seus correligionários dialogaram com os eleitores no apelo ao voto e reuniram-se com pescadores, a quem foram pedir o voto de confiança, com o presidente do Movimento para a Democracia (MpD), Ulisses Correia e Silva, a insistir que “este não é o momento de crispação, mas sim da união”, para aclamar o voto no projecto de Veiga.

Ao ser confrontado com críticas de alguns moradores em relação ao “aumento substancial do preço dos combustíveis”, o proponente ao Palácio Presidencial explicou que se trata de uma medida internacional, realçando que só com a união Cabo Verde pode ultrapassar as dificuldades e que se torna necessário somar esforços numa única direcção.
Fez uso de um “ensinamento” de uma eleitora que aconselhou os actores políticos a trabalharem todos juntos para que o País possa avançar no seu caminho do desenvolvimento.

“Risco de conflitos neste momento não é nada bom. Acho que todos os sinais que os cabo-verdianos têm estado a manifestar vai no sentido de estabilidade (…, com independência de espírito, mas com o espírito de união”, advogou este jurista de 71 anos, que manifestou a sua! honra e satisfação pelo “apoio fortíssimo” recebido hoje da direcção do MpD, ao mais alto nível, e que poderá resultar na sua vitória.

“Na democracia, os partidos são a chave e o centro de toda a actividade que é feita à volta dos políticos”, explicitou, realçando que se trata de uma norma perfeitamente legítima, legal e democrática.

Suportado pelos apoiantes e simpatizantes desta candidatura, Carlos Veiga apontou Santo Antão como uma ilha muito ligada ao MpD, do qual “o peso da democracia fez levantar a ilha que estava no fundo do poço, depois de ter sido objecto de uma intervenção que teve, inclusive mortes”, referindo-se ao caso de 31Agosto.

Carlos Veiga regressa esta quarta-feira à ilha de São Vicente, onde pernoitou na segunda-feira, mas ainda esta noite vai realizar, juntamente com Ulisses Correia e Silva, um comício na cidade do Porto Novo.

Às presidenciais do dia 17 de Outubro, nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos.

SR/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos