Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: Joaquim Monteiro encerra campanha no Fogo para “pagar dívida” que remonta 2011

São Filipe, 14 Out (Inforpress) – O candidato a Presidente da República Joaquim Jaime Monteiro chegou hoje à ilha do Fogo para passar a mensagem de “programar, planificar e unir Cabo Verde“, de modo a tirar o país da “deriva” que se encontra.

O auto-intitulado “candidato do povo” vai, assim, encerrar a sua campanha na “Ilha do Vulcão”, depois de fazer a maior parte das suas investidas na pretensão de chegar ao Palácio do Platô nas ilhas de Santo Antão, sua terra natal, São Vicente e Santiago.

Ainda na Cidade da Praia, Jaime Monteiro disse aos jornalistas, à margem da reunião realizada no final da tarde de quarta-feira, com os observadores das eleições da União Africana, que escolheu a ilha do Fogo por ter uma “dívida” como jovens foguenses, datada da campanha eleitoral de 2011.

“Tenho uma dívida muito grande para com os foguenses. Em 2011, com todo o estrangulamento do sistema, quando desembarquei no Fogo os jovens estavam à minha espera a gritar ‘Joaquim abo k nu kre’ [Queremos Joaquim]“, justificou, o aspirante à Presidente da República, nas eleições de domingo.

“Aquilo me impressionou porque não anunciei a minha viagem para a ilha do Fogo e fiz somente uma hora de campanha eleitoral”, acrescentou Joaquim Monteiro, frisando, por isso, que leva uma “mensagem diferente” para os foguenses.

No entanto, o candidato presidente lamenta o facto estado de pandémico a que o país se encontra não permitir um recebimento igual ao que aconteceu há dez anos.

Esse recebimento dos jovens, segundo Joaquim Monteiro, “foi traduzido na urna” , só que, conforme denunciou, os seus votos foram “roubados”, quando o objectivo era conseguir o mínimo para ter a certeza que a mensagem estava a chegar à juventude cabo-verdiana.

Na ilha do Fogo, Joaquim Monteiro, antigo professor e combatente da liberdade da pátria, vai incidir as suas ações de campanha na cidade São Filipe e em Chã das Caldeira, no município de Santa Catarina do Fogo.

Joaquim Monteiro regressa domingo [dia das eleições], no início da tarde, à Cidade da Praia, ilha de Santiago, para exercer o seu direito de voto numa das mesas do Liceu Domingos Ramos.

Às presidenciais do dia 17 de Outubro concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta com 74% dos votos, para um segundo mandato.

OM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos