Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: JMN apoia alteração da Constituição para possibilitar candidatura de cidadãos com dupla nacionalidade

Cidade da Praia, 11 Out (Inforpress) – O candidato José Maria Neves declarou-se, este domingo, de acordo com a alteração do artigo 110º da Constituição da República (CR) para permitir que os cabo-verdianos com dupla nacionalidade possam concorrer ao cargo de Presidente da República.

Esse posicionamento foi apresentado durante o segundo debate promovido pela Rádio e Televisão públicas com todos os sete candidatos às eleições presidenciais de 17 de Outubro, em que esteve em análise, de entre os vários assuntos, aspectos relacionados com a política externa e diplomacia cabo-verdiana.

José Maria Neves frisou que Cabo Verde que é Estado transnacional e transmigrante, pelo que, defende que o país deve repensar esse artigo da Constituição permitindo uma participação “mais forte” da diáspora em todo o processo político nacional.

“Relativamente à diáspora, o Presidente da República deve ser o símbolo da união e deve trabalhar no sentido de mobilizar todas as capacidades e todas as competências da diáspora para desenvolvimento global de Cabo Verde”, acrescentou.

Neste segunda-feira, 11 de Outubro, o candidato que tem como lema “Djunta Mon Kabésa y Korason” foi logo cedo ao cais de Praia para levar a sua mensagem aos pescadores e peixeiras da cidade da Praia e de seguida visitou os mercados do Platô e do Sucupira.

Em todos esses locais José Maria Neves foi recebido em clima de festa, com declarações de apoio e encorajamento na sua campanha eleitoral.

Em declarações aos jornalistas José Maria Neves disse estar “muito satisfeito” com o acolhimento que tem recebido por todos os locais onde tem passado.

“A campanha está a decorrer como esperava e em alguns lugares está a ultrapassar a minha expectativa. Acho que há uma grande mobilização nacional, um grande ‘djunta mon’ de todo Cabo Verde para elegermos um Presidente da Republica para esses novos tempos”, disse, reiterando a sua convicção de ser eleito já na primeira volta das eleições no dia 07 de Outubro.

José Maria Neves viaja de barco no final desta manhã para a ilha do Maio, cumprindo mais um ponto da sua agenda de deslocações para o contacto com o eleitorado.

A consolidação do Estado de direito, o reforço da confiança da justiça, a melhoria da coesão social e da prosperidade inclusiva, a descentralização insular e a governação territorial, a unificação do território e o relançamento da economia e união global são alguns destaques do seu manifesto eleitoral.

Nas presidenciais do dia 17 de Outubro, concorrem outros seis candidatos – Fernando Delgado, Gilson Alves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta com 74% dos votos, para um segundo mandato.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos