Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: Hélio Sanches diz que pela primeira vez Cabo Verde vai ter um Presidente independente

Cidade da Praia, 14 Out (Inforpress) – O candidato presidencial Hélio Sanches disse que Cabo Verde irá fazer “história” no próximo dia 17 de Outubro, ao eleger pela primeira vez um Presidente da República independente, eleito pelo povo.

Hélio Sanches, que esteve na última quarta-feira nos concelhos dos Picos, Santa Catarina e Tarrafal de Santiago, acompanhado da esposa, mostrou-se confiante que a sua candidatura vai ser vencedora, porque os cabo-verdianos, sublinhou, querem “um presidente independente”.

“Estou contente pela forma como os cabo-verdianos estão a receber a minha candidatura, e pela primeira vez em Cabo Verde vamos fazer história. Por aquilo que estou a ver, serei eleito pelo povo sem o apoio de partidos políticos, o que me dá possibilidade de ser um Presidente com compromisso com o povo, em primeiro lugar”, mencionou.

“A minha candidatura é a mais bem organizada, enquanto os outros dois candidatos andam atrelados a partidos políticos e têm passado a mensagem de que esta eleição presidencial é a segunda fase das legislativas, o que não é verdade”, referiu, adiantando que a candidatura de Carlos Veiga e de José Maria Neves está a ter muita rejeição no terreno.

Avançou que o seu principal suporte e grande apoio são os jovens, as mulheres e o povo de Cabo Verde, e mostrou-se confiante quejuntos vão vencer as eleições no próximo domingo, 17 de Outubro.

“Sinto-me vencedor, mas peço a todos os cabo-verdianos para irem votar, porque se não forem, Carlos Veiga ou José Maria Neves vai vencer, por isso é fundamental que todos exerçam o seu direito de voto para que na próxima segunda-feira possamos ter um novo Presidente com energia e sangue novo e vontade de trabalhar para todos os cabo-verdianos”, apontou.

Indicou que dos 115 mil pobres em Cabo Verde, grande parte está concentrada na região Santiago Norte, e caso seja eleito Presidente da República, prometeu trabalhar junto com o Governo para eliminar a pobreza extrema.

Hélio Sanches, que se fez acompanhar da mulher, considera que a mesma é uma profissional distinta e que será uma “excelente” Primeira-Dama, pela sua responsabilidade social, humildade, inteligência e por ser uma pessoa que se relaciona muito bem com todos.

“Cabo Verde vai ter um bom Presidente, se eu for eleito no próximo domingo, mas terá também uma excelente Primeira-Dama e que será um orgulho para todas as mulheres de Cabo Verde”, assegurou.

Para esta quinta-feira, 14, a candidatura de “novos tempos novos líderes” vai estar em Santa Cruz, São Lourenço dos Órgãos e São Domingos, para levar a mensagem de esperança, de solidariedade e de união.

Nas presidenciais de 17 de Outubro, concorrem outros seis candidatos – Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro), venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta com 74% dos votos, para um segundo mandato.

AV/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos