Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: Gilson Alves esperançoso num “bom resultado” nas eleições

Sal-Rei, 08 Out (Inforpress) – O candidato às eleições presidenciais de 17 de Outubro Gilson Alves afirmou estar com esperança num “bom resultado” nas eleições, até porque a sua mensagem “está a chegar a jovens e velhos”, que o tem encorajado.

O candidato, que está a meio percurso da sua campanha, faz balanço “muito positivo” a nível político, especialmente nas ilhas de São Vicente e Santo Antão, onde tem tido um `feedback´ “muito bom”.

“Pessoas estão a se aproximar de nós e dizem estar contentes com uma mensagem nova, jovens a dizer que vão votar em nós. Eu não peço a ninguém que vá votar em mim, mas é muito gratificante saber que a minha mensagem está a chegar a velhos, jovens, que vão votar pela primeira vez, e pessoas que já votaram noutros partidos”, asseverou.

Gilson Alves promete “trabalho e mais trabalho” nos próximos dias de campanha, porque o que está a ver é “muito encorajador”.

“Acho que vamos ter um bom resultado, porque sempre foi minha ideia colocar a minha candidatura nas mãos dos cabo-verdianos”, acredita, admitindo ter uma “mensagem clara” e saber o que deve dizer ou fazer.

Segundo a mesma fonte, a sua candidatura está à espera e “pronta para tudo”, mas, aguarda “surpresa” por ter “muitos ouvidos a ouvi-lo e que vão agir em consequência do que estão a ouvir”.

Gilson Alves assegurou que até agora não pediu aos eleitores para votarem nele e “nem vai fazer”.

“Não acho que seja correcto, porque o voto está no poder do eleitor, é um direito sagrado. Não devo e nem quero mudar consciências e os outros candidatos não deviam fazer. Mas, todos nós sabemos que quando dão presentes estão a comprar consciências, quando fazem eventos estão a comprar consciências”.

O cabo-verdiano, considerou, deve ter ao menos esse “oásis da liberdade” na altura da votação, porque é uma “altura sagrada”.

“E ninguém deve entrar por aí adentro e fazer chantagens com 500 ou 100 escudos, ou uma camisola para compra de um voto”, sentenciou, apelando ao “voto em consciência”.

Numa viagem de cerca de 20 horas de barco, saído de São Vicente, passando por São Nicolau, Sal e Boa Vista, Gilson Alves, fez contactos na tarde de quinta-feira com moradores dos Espargos e depois, à noite, em Sal-Rei, onde foi recebido por alguns apoiantes, que marcharam pelas ruas da cidade até o Bairro da Boa Esperança.

Hoje será a vez de Santiago, neste périplo de três dias para abarcar quatro ilhas.

Às presidenciais do dia 17 de Outubro, nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos.

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos