Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais’2021: Apelo ao voto e contra a abstenção marca mensagem de Fernando Delgado no regresso a São Vicente

Mindelo, 13 Out (Inforpress) – O candidato a Presidente da República Fernando Delgado mal pisou São Vicente, hoje, no regresso de uma viagem de nove dias a três ilhas, introduziu no discurso um “veemente apelo” ao voto e contra a abstenção.

Do Aeroporto Internacional Cesária Évora, o candidato seguiu para a localidade do Monte Sossego e tónica foi “a luta contra a abstenção”, nos diversos contactos de rua porque, como justificou sempre, já se apercebeu que “a maioria esmagadora” dos jovens, por todas as ilhas por onde passou, está “desacreditada da política e dos políticos”.

Contudo, considerou que a sua estreia nestas lides políticas e da campanha eleitoral foi “muito boa” porque está a fazer uma campanha “sólida e sóbria, com mensagem verdadeira, sem venda de ilusões”.

“O objectivo é aproveitar esta ponta final da campanha eleitoral para estimular, sobretudo os jovens, a se dirigirem à mesa de voto no próximo domingo, mas também explicar qual a importância do voto de cada cidadão”, concretizou Fernando Delgado, pois, precisou, “quem vota tem opinião e contribuiu para o desenvolvimento do País e para baixar a alta taxa de abstenção”.

Contudo, segundo a mesma fonte, a tarefa não tem sido fácil no terreno já que, como disse, o nível de desencanto “é elevado” e as pessoas, de uma forma geral, até têm enviado “mensagens ofensivas” quando dizem que os políticos nacionais, “e ninguém fica de fora”, têm vindo “a enganar as populações”.

“Eu que estou a entrar agora na política apanho por tabela, mas o que peço às pessoas é uma reflexão antes de se dirigirem às urnas no próximo domingo, pois é essencial não ficar em casa”, sintetizou Fernando Delgado.

Nos contactos no Monte Sossego, a candidato fez saber aos seus interlocutores que chegou a São Vicente, nove dias depois de uma viagem que o levou às ilhas do Sal, Boa Vista e Santiago, “com mais força”, pois foi daqui que retirou “força de vontade” desde quando sonhou, aos 23 anos, candidatar-se a Presidente da República.

“Acho que aqui em São Vicente vou sair vencedor e com índices de que posso alcançar a segunda volta”, reforçou.

Entretanto, o candidato cancelou as actividades de campanha eleitoral que tinha previstas para a tarde de hoje para participar no funeral do antigo futebolista Dukinha, falecido segunda-feira, 12, vítima de acidente de viação na estrada que liga a cidade ao aeroporto de São Vicente.

Às eleições presidenciais de 17 de Outubro nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos: Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos.

AA/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos