Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Presidenciais 2021: José Maria Neves propõe mobilizar nação para empoderar as mulheres

Porto Inglês, ilha do Maio, 12 Out (Inforpress) – O candidato às eleições de 17 de Outubro José Maria Neves garante que se eleito Presidente vai mobilizar a Nação para empoderar as mulheres, criando as condições para que elas ultrapassem os diversos desafios que ainda enfrentam.

Em entrevista aos jornalistas, na ilha do Maio, no dia em que visitou também o cais de pesca, o mercado do Platô e do Sucupira, na cidade da Praia, onde a maioria dos operadores são mulheres, o candidato de “Djunta Mon Kabésa y korason” disse que a pobreza e as desigualdades em Cabo Verde conjugam-se no feminino.

José Maria Neves falou ainda de outros desafios enfrentados pelas mulheres, como Violência com Base no Género (VBG) e a questão da paternidade irresponsável.

“Em todas as esferas, nomeadamente na distribuição de poderes, liberdades económicas e sociais o Presidente da República pode mobilizar a Nação para termos mais equidade e igualdade de género e permitir que as mulheres cabo-verdianos tenham muito mais poder efectivo aqui em Cabo Verde”, disse

José Maria Neves lembrou que foi na vigência do Governo que liderou, que foi aprovada a lei VBG e as mulheres ascenderam ao nível de igualdade na educação, a ponto de hoje existirem mais meninas nas escolas do que os meninos e garantiu que se for eleito será um “Presidente amigo e preocupado” com os problemas das mulheres.

Enquanto primeiro-ministro (2001 -2016) disse que não foi possível realizar todos os sonhos dos cabo-verdianos, mas disse que fez tudo o que era possível para melhorar a qualidade de vida dos cabo-verdianos e para que Cabo Verde fosse hoje um país mais moderno e competitivo.

Por isso candidatou-se ao cargo de Presidente da República para junto com o Governo, das autoridades locais e a sociedade civil continuar a” realizar os sonhos de Cabo Verde”.

“Portanto, serei um Presidente que une, cuida e protege e, sobretudo, um Presidente que pode ser um árbitro imparcial e que pode fiscalizar a acção governamental, pode apaziguar os conflitos e sobretudo pode mobilizar as parcerias para apoiar o Governo, autoridades locais, a sociedade civil na retoma da economia no pós-pandemia, no combate à pobreza e às desigualdades, mas também para acelerar o ritmo de modernização do país disse.

Nas presidenciais do dia 17 de Outubro, concorrem outros seis candidatos – Fernando Delgado, Gilson Alves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro), venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta com 74% dos votos, para um segundo mandato.

MJB/JMV
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos