Preços dos produtos importados aumentam 1,4% em Outubro de 2022 – INE

Cidade da Praia, 21 Nov (Inforpress) – Os preços dos produtos importados aumentaram 1,4% em Outubro de 2022, valor superior em 1,1 pontos percentuais (p.p.) face ao registado no mês anterior, informou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

De acordo com um comunicado sobre o Índice de Preços do Comércio Externo, o INE aponta, por outro lado, que a taxa de variação mensal dos preços dos produtos exportados fixou-se em 0,3%, em Outubro de 2022, valor inferior em 0,8 p.p. face ao registado no mês anterior.

Em Outubro de 2022, avançou a mesma fonte, o índice de preços da importação situou-se em 120,4, tendo registado um acréscimo de 1,4% relativamente ao mês anterior e os índices subjacente e volátil na importação, registaram acréscimo de 1,6% e de 0,7 respectivamente, face ao registado no mês anterior.

O aumento dos preços ocorreu na categoria de grupo “Bens de Consumo” (3,0%) que se justifica com a subida dos preços de “produtos alimentares primários” (2,7%), na categoria “Bens Intermédios” (2,7%), e explica-se, essencialmente, com a subida dos preços de “produtos transformados para a construção” (8,7%).

O aumento dos preços deu-se ainda, segundo o INE, na categoria “Bens de capital” (1,0%) e deve-se à subida de preços de “máquinas” (1,6%), sendo que a diminuição ocorreu na categoria “Combustíveis” (-0,6%) e prende-se com a descida da única subcategoria denominada “Combustíveis” (-0,6%).

Em termos homólogos, indicou, os índices de preço da importação aumentaram 21,1% relativamente ao mês de Outubro de 2021.

Comparativamente ao mês de Outubro de 2021, os índices subjacente e volátil na importação registaram acréscimos de 21,3% e 20,5%, respectivamente.

No mês de Outubro de 2022, o índice de preços nas exportações situou-se em 106,3, correspondendo a um acréscimo de 0,3% face ao mês anterior, assinalou a mesma fonte, sublinhando que neste período o índice subjacente na exportação registou um decréscimo de 1,6% e o volátil aumentou em 5,5% face ao registado no mês anterior.

Em termos homólogos, em Outubro de 2022, a taxa de variação homóloga do índice de preços das exportações fixou-se em 5,8%.

Conforme o INE, comparativamente ao mês de Outubro de 2021, os índices subjacente e volátil na exportação aumentaram 4,5% e 9,7% respectivamente.

Ainda segundo o INE, a taxa de variação mensal registada pelo Índice de Termos de Troca foi de -1,1%, diminuindo 1,9 p.p. face ao valor registado no mês anterior.

No mês de Outubro de 2022, o Índice de Termos de Troca (ITT) situou-se em 88,3, registando-se uma diminuição de 1,1%, sendo que comparativamente ao mês anterior e em termos homólogos, o Índice de Termos de Troca (ITT) fixou-se em -12,6%, citou.

TC/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos