Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Preço de produtos alimentares de primeira necessidade regista “tendência relativamente estável”

Pedra Badejo, 15 Mai (Inforpress) – Os preços dos produtos alimentares da primeira necessidade registaram entre Janeiro e Marco uma “tendência relativamente estável”, com a excepção do milho e leite em pó, que assinalaram aumento de 4,4 e 1,2 por cento (%), respectivamente.

A informação consta num relatório da análise trimestral dos preços nacionais no consumidor referente ao primeiro trimestre de 2020, divulgado hoje pelo Ministério da Agricultura e Ambiente.

“Ambas as classes dos cereais e feijões apresentaram um crescimento médio mensal positivo, 0,9% e 0,3%, respectivamente”, indicou.

A mesma fonte explicou que no quarto trimestre de 2019 os preços registaram uma tendência mista, com maiores variações para arroz 2a (-9,9%), óleo alimentar (+7,1%), feijão bongolon (+4,8%) e milho local (+4,4%).

“Face ao trimestre homólogo de 2018, os preços médios dos produtos alimentares da primeira necessidade apresentaram oscilações mistas, destacando-se os preços do milho local (+12,6), arroz 2ª (-9,9%), açúcar (+6,9%), feijão pedra (+5,5%), feijão bongolon (+5,3%), feijão congo (+4,4%) e óleo alimentar (+7,5%) ”, demonstrou.

A análise trimestral dos preços nacionais é uma publicação que fornece “informações sucintas” sobre o comportamento dos preços nacionais de produtos alimentares da primeira necessidade, com base no Observatório do Mercado do Secretariado Nacional para Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério da Agricultura e Ambiente.

WM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos