Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Praiarte realiza a 12ª edição da feira de artesanato marcada com “fraca” adesão das pessoas e dos artesãos

Cidade da Praia, 24 Dez (Inforpress) – A Associação Praiarte, em parceria com a Câmara Municipal da Praia, organiza desde 19 deste mês, na praça Escola Grande, no platô, a 12ª edição da feira de artesanato, marcada com “fraca” adesão das pessoas e dos artesãos.

A constatação foi feita à Inforpress pelo presidente da associação, Cláudio Ramos, que justifica essa “fraca” procura e presença de pessoas com a mudança do local, uma vez que esta feira sempre foi organizada na rua pedonal.

Sobre este facto, disse que tiveram a indicação do pelouro da cultura da câmara da Praia para que a feira fosse transferida para a praça de Escola Grande, de modo a evitar mais aglomeração de pessoas na rua pedonal.

Cláudio Ramos apontou ainda que essa situação é também provocada pela crise pandémica que se vive no País, acrescida pela diminuição do número dos turistas na cidade da Praia.

“Desde 2008 que realizamos esta feira no mês de Dezembro e este ano acontece nessa conjuntura pandémica”, lamentou Cláudio Ramos, informando que esta é primeira e ultima feira do ano 2020.

Por isso, informou que esta feira conta este ano com 11 artesãos, quando no ano passado participaram 50, facto que, para o presidente da Praiarte, demonstra os efeitos da pandemia na produção artística dos artesãos.

“Os artistas estão sem poder financeiro e incentivos para trabalharem porque não há mercado”, notou Cláudio Ramos, considerando que a situação do artesanato foi esquecida pelo Governo.

“A situação do artesão caiu no esquecimento porque em nenhum momento o Ministério da Cultura falou do artesão, salvo a realização da Feira de Arte, Artesanato e Design de Cabo Verde (URDI), que se trata de um evento para a apresentação de produtos”, clarificou.

Os artesãos Carlos Alberto Carvalho e Sandra Cardoso, dos poucos que participam nesta feira, sublinharam à reportagem da Inforpress que a adesão tem sido “muito fraca” e também lamentaram o facto de acontecer na praça da Escola Grande em detrimento da rua pedonal.

O encerramento da 12ª edição da feira de artesanato da Associação Praiarte está agendado para 30 de Janeiro.

OM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos