Praia: Tribunal aplica prisão preventiva para suposto homicida

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – O Tribunal da comarca da Praia aplicou prisão preventiva a um jovem acusado de ser o autor dos disparos em Achada Santo António,  Praia, que viriam causar a morte, no Hospital Agostinho Neto, de outro jovem de 23.

O indivíduo, segundo informou hoje uma fonte policial, foi detido na terça-feira, pela Polícia Nacional, através da Esquadra de Investigação e Combate à Criminalidade (EICC), após a emissão de um mandado de detenção.

Conforme avançou a mesma fonte, o mesmo é suspeito de ter disparado contra o jovem de 23 anos, no passado dia 11 de Fevereiro, que veio a falecer terça-feira, 19, no hospital central da Praia.

O suspeito, ainda de acordo com a fonte policial, terá utilizado uma pistola de calibre 6,35 milímetros para atingir a vítima na cabeça. A presumível arma do crime foi recuperada na posse de um outro indivíduo, detido em flagrante delito.

Os dois indivíduos foram na quarta-feira, apresentados ao Tribunal, tendo sido aplicado prisão preventiva ao suposto homicida e termo de identidade e residência (TIR) ao outro sujeito.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos