Praia: Prisão preventiva para indivíduo suspeito de prática de agressão sexual contra filha menor

Cidade da Praia, 09 Mai (Inforpress) – O Tribunal da Comarca da Praia aplicou, como medida de coacção pessoal, prisão preventiva para um indivíduo suspeito de agredir sexualmente e de forma continuada a filha menor de idade, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Num comunicado, a polícia científica informa que em cumprimento de um mandado de detenção do Ministério Público, deteve, na segunda-feira, 07, fora de flagrante delito, um homem de 34 anos, por haver fortes indícios da prática de 11 crimes de agressão sexual de menor, com penetração, agravado.

A vítima era a filha do suspeito, que à data do início da prática dos factos tinha 2 anos, tendo os crimes sido perpetrados até os 11 anos da mesma.

Segundo a PJ, o arguido aproveitava dos momentos em que se encontrava a sós com a vítima para a agredi-la sexualmente e de forma continuada.

O indivíduo foi presente, no mesmo dia da detenção, ao Tribunal da Comarca da Praia, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido tendo-lhe sido aplicado prisão preventiva.

AM/CP
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos