Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Praia: Paróquia de São Paulo Apóstolo no Palmarejo precisa de 14 mil contos para conclusão das obras

Cidade da Praia, 23 Jul (Inforpress) – A paróquia de São Paulo Apóstolo, no Palmarejo, precisa de 14 mil contos para a conclusão das obras, que estão orçadas em 45 mil contos, revelou hoje o pároco João Augusto Martins.

O religioso, que falava à imprensa à margem da visita que o embaixador da Líbia em Cabo Verde efectuou à igreja, explicou que até ao momento já foram gastos cerca de 31 mil contos, dos quais 16 mil mobilizados pelos paroquianos e pessoas anónimas.

“Acho oportuno apresentar ao embaixador da Líbia as contas, mas não esperamos receber da sua excelência ajuda para construção da igreja, sendo que a Líbia se encontra num momento difícil de guerra civil”, referiu o pároco, que se mostrou disponível em receber qualquer apoio.

João Augusto Martins considerou essa nova relação entre as comunidades crista e muçulmana “muito significativa” para criação de um ambiente de paz e disse que esse diálogo entre a cultura e religião é um caminho aberto a ser percorrido.

“Se ele veio me visitar e disse que vai me ajudar, fico muito contente, porque precisamos de espaço para rezar e para que a relação humana possa dar frutos”, afirmou o pároco, notando que a paroquia ajudou cinco famílias muçulmanas, durante o período da pandemia da covid-19.

Por outro lado, o embaixador da Líbia, Salah Ali Abourgegha, que considerou Cabo Verde um “país democrático e exemplar em África”, afirmou que este momento constitui uma oportunidade para as duas comunidades trabalharem em prol da paz e do desenvolvimento.

O diplomata prometeu “fazer de tudo” para ajudar na construção da igreja de São Paulo, de modo com que as comunidades muçulmanas e cristãs tenham um espaço de encontro e de oração.

“O padre nos disse que precisa de ajuda, e será um prazer poder ajudar, mas pedimos que especificasse as necessidades da igreja porque queremos ajudar e vamos fazê-lo, através do Governo de Cabo Verde”, assegurou o diplomata.

AV/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos