Praia: ONG norte americana capacita coalizões antidroga na prevenção ao uso de drogas nas suas comunidades

 

Cidade da Praia, 01 Set (Inforpress) – A ONG Americana CADCA (Community Anti-Drugs Coalitions of America) capacita as quatro coalizões antidroga da Cidade da Praia (Achada São Filipe, Ponta de Água, Achada Grande e Calabaceira) na prevenção ao uso de drogas nas suas comunidades.

Em declarações à Inforpress, à margem do encontro de capacitação técnica de dois dias que culmina hoje à tarde, na Cidade da Praia, a consultora Debora Arrais disse que as quatro coalizões da capital vão agora trabalhar nas suas comunidades na prevenção, com foco nas crianças, adolescentes e jovens.

Acrescenta a mesma fonte que as crianças e adolescentes precisam ser protegidas, para que possam ter um futuro cada vez mais brilhante e melhor.

“As coalizações estão a fazer um excelente trabalho, realmente aprenderam as metodologias e estão aplicando utilizando os recursos locais e levando em consideração a cultura local”, enalteceu a consultora da CADCA.

No dizer de Debora Arrais, as coalizões cabo-verdianas estão a fazer “muito bem feito” este trabalho de prevenção ao uso das drogas, isto porque, segundo disse, já estão a fazer a diferenças para as famílias e as comunidades.

Por seu turno Eduardo Hernandez da CADCA, informou que esta formação técnica que conta com 95 participantes, visa contribuir para melhorar o conhecimento dos participantes em matéria de organização e gestão institucional, governança e mobilização de parcerias, tendo em conta que já tinham recebido uma formação em Fevereiro.

Venda de bebidas alcoólicas a menores de idade, festas e festivais onde há fácil acesso de venda de bebidas alcoólicas, uso de bebidas por parte dos pais que muitas vezes levam à violência doméstica são algumas das realidades cabo-verdianas debatidas durante o encontro.

Eduardo Hernandez aproveitou a oportunidade para pedir aos pais para não mandarem os filhos comprar bebidas alcoólicas, porque fazendo isso estão a ir contra a lei.

No dizer deste responsável, os participantes que têm projectos nas escolas com adolescentes e jovens, estão a fazer um trabalho “meritório”, no que concerne à sensibilização que abrange também as suas famílias.

Avançou ainda que a CADCA vai regressar ao país em Novembro para acompanhar as suas estratégias e acções.

Em relação aos dois dias de formação, iniciada esta quinta-feira e que culmina hoje à tarde, faz um balanço positivo, e avança que os formandos vão preparar as actividades para celebrar o dia Mundial de Luta contra as Drogas (26 de Junho), e acções de sensibilização nos festivais.

A CADCA está a trabalhar desde 2014 em Cabo Verde, com quatro coalizões na Cidade da Praia (Achada São Filipe, Ponta d’Água, Achada Grande e Calabaceira) e recentemente conta com mais uma em São Vicente e Sal.

A ONG, que tem como parceiros em Cabo Verde a Plataforma das ONG’s, Escritórios das Nações Unidas sobre as Drogas e o Crime (UNODC), tem por missão ajudar as comunidades a enfrentar os problemas das drogas e o uso ilegal do álcool.

FM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos