Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

“Praia nunca viveu um momento igual  mas não está enferma e nem moribunda” – Presidente da República  

Cidade da Praia, 19 Mai (Inforpress) – O Presidente da República  disse  hoje que, em mais de século e meio de existência, a  Cidade da Praia  nunca viveu um momento igual, pese as “terríveis calamidades” por que passaram os seus habitantes, inscritas no seu historial.

Em mensagem alusiva ao Dia do Município da Praia  que se assinala hoje, Jorge Carlos Fonseca ressalvou  que, apesar  do município enfrentar um dos seus “maiores desafios”, pela importância que  ocupa no contexto nacional, e por ser “a urbe maior”, a Cidade da Praia “não é uma cidade enferma e nem está  moribunda”.

No  entanto, apelou os praienses  para se manterem alertas e que cumpram todas as  indicações das autoridades sanitárias, mesmo nesta fase de estado de emergência, com algum alívio de certas medidas.

“Felizmente estamos calejados no enfrentamento de dificuldades, no combate a adversidades, na construção de soluções para os problemas com que deparamos. Hoje celebramos mais um Dia do Município da Praia, num momento muito particular em que enfrentamos uma pandemia”, notou.

O mais alto magistrado da Nação exortou igualmente  às autoridades a continuarem a acudir as pessoas mais necessitadas e a reforçar o apoio de que têm beneficiado e estimulou as empresas e cidadãos a manterem, “sem esmorecimento”, a onda de solidariedade que tem contribuído para reduzir as dificuldades.

“Praia  e Cabo Verde estão a  vencer esta difícil batalha. Sabemos que os próximos tempos não serão nada fáceis, mas com perseverança, responsabilidade e audácia  retomaremos o caminho do desenvolvimento”, observou.

O Presidente da República enalteceu  “o envolvimento permanente”  da Câmara Municipal da Praia   nas frentes sanitária e social, e destacou o “ papel insubstituível”  das organizações comunitárias e dos milhares de voluntários que distribuem alimentos, fraternidade e amor neste tempo de pandemia.

“Contudo, não podemos ignorar que precisamos de ir mais longe, necessitamos convencer a pequena parcela dos munícipes que ainda resiste a adoptar os procedimentos correctos a mudar de conduta, pela sua saúde, pela sua família, pelo seu município, pela sua cidade”, finalizou Jorge Carlos Fonseca em mensagem alusiva ao Dia do Município da Praia.

OM/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos