Praia: Mais de 350 famílias serão beneficiadas com projecto de adaptação dos planos locais aos ODS

Cidade da Praia, 10 Dez (Inforpress) – Mais de 350 famílias da cidade da Praia vão ser beneficiadas com ligação de água, rede de esgoto e construção de casa de banho, no âmbito do projecto de adaptação dos planos locais aos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A informação foi avançada hoje pelo presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho, na sequência da primeira reunião do comité directivo do projecto “Adaptando planos locais de desenvolvimento urbano integrado aos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável por meio de abordagens de múltiplas partes interessadas e governança múltipla”.

Um projecto muito importante, segundo Francisco Carvalho, já que vai beneficiar os praienses em questões que têm impacto directo na melhoria da qualidade de vida.

“Em primeiro lugar, o acesso a água, rede de esgoto e as casas de banho, que são problemas que, aqui na cidade da Praia, têm afligido muitas famílias.  Água, casa de banho e rede de esgoto, confirmam a dignidade das pessoas. Por isso é um projecto muito importante”, salientou.

“Estamos a falar de sete comunidades e mais de 350 famílias que vão ser beneficiadas. Estamos a falar de mais de três quilómetros de rede. Portanto, um projecto com resultados concretos”, sustentou.

A realização desta primeira reunião do comité directivo do projecto, surge, de acordo com o autarca, precisamente para responder a um conjunto de ruídos, criados, sobretudo pela oposição, pondo em causa a execução desse projecto, que é financiado pela União Europeia em cerca de quatro milhões de contos.

O projecto que já vinha da gestão anterior, teve o seu início em Janeiro de 2021 com o Ayuntamiento de Madrid (AM), como requerente, a Câmara Municipal da Praia, como co-beneficiária principal e a Águas de Santiago (AdS), como beneficiária, conforme indicou Francisco Carvalho.

O mesmo está estruturado de acordo com os objectivos de boa governança urbana (foco no ODS 11), através de actividades concernentes ao fortalecimento desta ambição, melhorar a prosperidade e a inovação nas cidades e promover cidades criativas e sustentáveis que fazem do uso da tecnologia em seu processo planeamento com participação dos cidadãos.

Relativamente ao fomento da inclusão o projecto incide, por um lado, sobre famílias de 22 bairros mais vulneráveis da Praia, com acções e campanhas direcionadas à melhoria do acesso a serviços básicos como água e saneamento.

Por outro lado, foca na sensibilização, educação e conscientização, promoção da igualdade de género e melhoria de políticas locais para ajudar a reduzir a pressão urbana das áreas de assentamentos precários no meio urbano.

ES/MJB//CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos