Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Praia: Coalizão Antidroga alerta crianças e jovens a evitarem primeiro contacto com a droga

Cidade da Praia, 26 Jun (Inforpress) – A Coalizão Antidroga de Achada São Filipe, na Cidade da Praia, promoveu ao longo desta semana diversas actividades levando mensagens de alerta às crianças, adolescentes e jovens no sentido de evitarem o primeiro contacto com drogas.

As actividades, que aconteceram no quadro da celebração do Dia Mundial de Luta contra o Uso e o Tráfico Ilícito de Drogas, que hoje se assinala, culminou na tarde deste sábado com uma “pedalada contra droga” pelas ruas das comunidades de São Filipe e Ponta d’Água, envolvendo também as crianças e adolescentes.

O presidente da Coalizão Antidroga de São Filipe, António Horta, adiantou que a organização tem trabalhado com foco na prevenção alertando, sobretudo, as crianças, adolescentes e jovens a evitarem o primeiro contacto com a droga.

“A mensagem clara de ONUDC é que partilhemos factos sobre a droga e salvemos vida e acho que é isso mesmo que devemos fazer, difundir as mensagens e apelar as comunidades, os pais para que estejam em alerta e ajudem as nossas crianças e nossos jovens e evitarem esse caminho sem volta ou de difícil regresso”, disse.

Durante a “pedalada contra droga” que, segundo António Horta, já está na sua quarta edição, foram distribuídos desdobráveis com informações sobre os malefícios do consumo da droga e mensagens de prevenção.

“O nosso objectivo é fazer com que a sociedade desperte um pouco e tenha uma postura mais responsável, sobretudo, na questão da oferta e do acesso fácil às substâncias ilícitas, no caso álcool e outras drogas”, disse.

Conforme António Horta desde a semana passada a Coalizão tem-se estado nas escolas, nas comunidades a fazer contactos porta-a-porta levando as mensagens para que as pessoas possam, de facto, compreender os malefícios do consumo da droga.

“O nosso foco não é a parte punitiva. A nossa aposta é mais na parte pedagógica. Temos encontrado com os adolescentes pedindo-os para que digam não ao primeiro contacto, não ao primeiro convite, ou seja, temos munidos os adolescentes de informações e alguns instrumentos para poderem fugir desse problema que é o início do consumo”, acrescentou.

António Horta aproveitou para apelar aos pais e familiares que não mandem as crianças a comprar bebidas e a não colocarem as crianças em situação de risco.

Resultados do inquérito nacional sobre a prevalência de consumo de substâncias psicoactivas na população geral em Cabo Verde realizado em 2013, apontavam que os consumos são elevados nos grupos etários mais jovens, sendo que o primeiro consumo começa aos nove anos.

O Dia Internacional Contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas celebra-se a 26 de Junho de cada ano.

O dia foi proclamado através da Resolução 42/112 adoptada na Assembleia Geral da ONU de 7 de Dezembro de 1987, de forma a dar expressão ao objectivo de uma sociedade internacional livre do uso de drogas.

MJB/AA

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos