Praia: Câmara Municipal quer com exposição fotográfica promover mais integração das LGBTI na sociedade

 

Cidade da Praia, 07 Jul (Inforpress) – A Câmara Municipal da Praia quer, com a exposição fotográfica “Identidade e Diversidade” de Omar Camilo e Juliette Bricknana, promover mais integração das pessoas da LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgéneros e Intersexuais), na sociedade cabo-verdiana.

A intenção foi manifestada pela vereadora da Acção Social, Género e Edução Pré-escolar, Ednalva Cardoso, esta manhã, no âmbito da exposição “Identidade e Diversidade”, a decorrer na Sala do Munícipe dos Paços do Concelho.

“Queremos dar-lhes vez, e, acima de tudo, incentivar e apoiar nas actividades tão simples como esta”, disse, ressaltando que o objectivo da exposição é focar na “mudança de mentalidade” das pessoas com base no respeito, bem como um maior estímulo nas pessoas da LGBTI.

Esta responsável explicou ainda que a exposição está incluída dentro do “Município Inclusivo e Plano Municipal de Igualdade e Equidade de Género”, uma acção desenvolvida pela autarquia, onde integra todos os que estão “na rota da exclusão”, realizando actividades em conjunto com as partes interessadas, neste caso, a sociedade LGBTI.

O fotografo Omar Camilo revelou à imprensa que esta é a exposição número 30 realizada em toda a sua vida, versando temas como mortes, guerra e imigração clandestina, mas que é a primeira vez que está a retratar assuntos relacionadas com inclusão e igualdade social.

A seu ver, este assunto é tão importante como qualquer outra causa social, pois avançou que que nas suas fotografias vê somente seres humanos que em pleno seculo XXI, ainda precisam de espaços, respeito e inclusão.

Face a esta actividade, Omar Camilo elogiou o arquipélago, visto que, segundo ele, em matéria de respeito, flexibilidade e liberdade, Cabo Verde é “um dos melhores” a nível do continente africano.

O fotógrafo afirmou que, como artista, quer que esta exposição seja vista como uma “reclamação à sociedade”, pois quer passar a mensagem de direito, igualdade e responsabilidade social a todos, independente da escolha sexual.

Por seu turno, o presidente da Associação Arco Iris, Elves Tolentino, considerou este certame de “extrema importância” para o grupo, ao mesmo tempo “um grande desafio”, pois a associação pretende dar mais visibilidade e capacitar estes indivíduos a “libertar e a mostrar as caras sem barreiras ou obstáculos”.

Elves Tolentino garantiu que além das ilhas de São Vicente e Santiago, querem abranger todo o arquipélago, uma vez que pretendem defender o mesmo direito e igualdade a todos.

A exposição “Identidade e Diversidade”, que estará patente na Sala do Munícipe dos Paços do Concelho, até sexta-feira, 14 de Julho, tem como parceiros a Associação Gay Cabo-verdiana, LGBTI e Verdefam, entre outros.

AF/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos