Praia: Autoridades prosseguem investigações para encontrar sequestradores do padre Samuel Costa

 

Cidade da Praia, 13 Ago (Inforpress) – As Polícias Nacional e Judiciária prosseguem as investigações na tentativa de descobrir os larápios que na noite de sexta-feira para sábado assaltaram e sequestraram o padre Samuel Costa, vice-reitor do Seminário São José, à porta desta instituição, na Prainha.

Segundo informações avançadas pelo sítio Terra Nova, órgão Cristão de Formação e Informação da Igreja Católica, o padre Samuel Costa, que assume igualmente as funções do pároco da paróquia de São Filipe Apóstolo, na Cidade da Praia,  foi assaltado por volta das 21:00, de regresso de mais um dia de trabalho.

Quando se preparava para descer da sua viatura, escreve este órgão,  o padre Samuel terá sido abordado por três indivíduos, sendo um deles armado com uma arma de fogo.

“O sacerdote, indefeso, foi levado sob ameaça e durante cerca de três horas fizeram-no circular na Praia. Presume-se que esta “passeata” na cidade até meia-noite deve-se à necessidade de esperar pelo novo dia para fazer um segundo levantamento na rede 24”, refere o Terra Nova.

“Depois de feito o segundo levantamento, o padre, amarrado, foi levado na sua própria viatura até à zona de São Martinho, onde o deixaram atado com corda e abandonado”, acrescenta a mesma fonte.

Segundo informações oficiais, o padre conseguiu desembaraçar-se da corda do próprio sapato e procurou socorro na localidade de Trindade, e a Polícia Nacional sendo avisado, foi busca-lo e levá-lo para Hospital Agostinho Neto para observação.

A viatura do padre, um Toyota de cabine dupla, segundo a Rádio de Cabo Verde, já se encontra com as autoridades policiais para perícias.

Samuel Costa é padre desde 2012 e pároco em São Filipe, Cidade da Praia e responde pela prefeitura do Seminário de São José, onde tem residência.

SR/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos