Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Praia: Associação Black Panthers prevê abranger até Julho 600 chefes de famílias com entrega de cestas básicas

Cidade da Praia, 07 Mar (Inforpress) – A Associação Juvenil Black Panthers prevê abranger até Julho cerca de 600 famílias dos diferentes bairros da capital afectadas pela pandemia da covid-19 e que perderam o seu rendimento com a entrega de cestas básicas.

A informação foi avançada à Inforpress pelo presidente da Associação Juvenil Black Panthers, Alcides Amarante, elucidando que no âmbito do projecto social, o apoio às famílias será feito de forma faseada, tendo em conta o contexto da covid-19.

Neste sentido, para assinalar o Dia Internacional da Mulher, avançou, a associação fará, esta segunda-feira, a entrega de cestas básicas, beneficiando cerca de 50 mulheres chefes de famílias que durante esta pandemia perderam o seu rendimento.

“Queremos nesta fase contemplar mais de 50 mulheres chefes de famílias, no âmbito do projecto social que desenvolvemos na comunidade. Fizemos uma selecção criteriosa e descobrimos que muitas famílias estão sendo muito afectadas pela pandemia, perderam o seu rendimento”, disse, referindo que as cestas básicas contêm géneros alimentícios e higiênicos e serão entregues à mulheres das zonas da Várzea, Madjana e Eugénio Lima.

Segundo este responsável, na próxima fase que arranca brevemente, a Associação Juvenil Black Panthers, dando continuidade a sua intervenção comunitária, estabeleceu como meta atingir cerca de 600 chefes de famílias da comunidade da Várzea e arredores.

“Na próxima fase, queremos atingir, directamente, até Julho, 600 famílias na comunidade não só da Várzea porque temos uma política descentralizada que é atingir os bairros e arredores da Várzea. Não queremos ficar somente na comunidade porque sabemos que muitas estão a viver em situações de vulnerabilidades e precisam de ajuda neste momento”, realçou.

Alcides Amarante informou ainda, que nos próximos dias irão contemplar cerca de 20 jovens da comunidade da Várzea com projectos, por forma a proporcionar-lhes mais autonomia financeira e aumento de rendimento e melhorar a situação de várias famílias.

Mostrou-se, por outro lado, “satisfeito” com o trabalho que a associação tem feito ao longo dos anos, tendo como foco as famílias mais vulneráveis, realçando que isso também tem sido possível graças aos parceiros que tem apoiado em várias áreas.

A Associação Black Panthers, fundada em 31 de Dezembro de 1980, nasceu da missão de ajudar os mais necessitados na comunidade onde está sediada, bairro da Várzea, na cidade da Praia, com foco na educação e formação das crianças e jovens.

CM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos