PR promete ajudar organizações que trabalham com pessoas portadoras de deficiência na mobilização meios

Cidade da Praia, 16 Nov (Inforpress) – O Presidente da República, José Maria Neves, disse hoje que vai utilizar a sua magistratura de influência para ajudar as organizações que trabalham com pessoas portadoras de deficiência na mobilização de meios para implementação dos seus projectos.

O chefe Estado falava à Inforpress no final da visita que realizou hoje ao Centro Nacional Ortopédico e de Reabilitação Funcional (CENORF) e à Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC), no quadro da visita de três dias que efectua ao concelho da Praia.

José Maria Neves disse ter constatado com satisfação o “grande trabalho” que vem sendo realizado por essas duas organizações, que “precisa ser valorizado, socializado e destacado”.

“Nós temos que valorizar o trabalho que é realizado. Há uma entrega enorme, e quando encontramos organizações e pessoas que se entregam ao bem comum devemos valorizar esse trabalho que fazem e devemos socializar esse trabalho e também destacar as parcerias que têm conseguido, essencialmente no plano internacional”, disse.

O momento, conforme disse, foi para conhecer novos projectos, mas também conhecer os desafios, e neste sentido, chamou a atenção da sociedade para apoiar iniciativas desta natureza, que visam contribuir para um crescimento mais inclusivo, criando oportunidade para as pessoas que de outra forma estariam excluídas na sociedade.

“Foi muito instrutivo termos feito esta visita e podemos ver todos os avanços, mas também enormes desafios. Há uma grande carência de recursos, há muitas necessidades para as pessoas portadoras de deficiência, quer seja deficiência auditiva ou então outro tipo de deficiência física. Portanto, é importante apoiar mais essas instituições”, disse.

“O Presidente tem sempre a possibilidade através da sua magistratura de influência de poder influenciar os poderes públicos, a sociedade civil, mas também mobilizar parceiros no plano internacional para apoiar iniciativas desta natureza, e é o que vamos fazer”, garantiu.

Da parte das organizações visitadas os representantes apresentaram uma grande expectativa em como o Presidente poderá ajudar-lhes, com a sua magistratura de influência, a ultrapassar algumas preocupações, sobretudo relacionadas com a falta de recursos financeiros e humanos.

“Sendo ele o Presidente da República tem sempre voz e nós acreditamos que em relação àquilo que partilhamos com ele, as nossas preocupações e os nossos projectos, ele certamente fará algo para que recursos possam chegar, parcerias possam chegar ao centro”, augurou o administrador do CENORF, Alberto Afonso.

De entre os projectos apresentados está o CENORF móvel, para deslocar os serviços do centro às outras ilhas, o recrutamento de novos técnicos, extensão do centro entre outras acções que pretendem implementar nos próximos tempos como forma de modernizar o trabalho e minimizar o que é feito pela instituição.

Da parte da ADEVIC, as expectativas também são grandes, indicou o vice-presidente, Amâncio Montrond, que espera igualmente que o chefe de Estado use a sua “voz firme” para ajudar a associação nos seus projectos de expansão e modernização e, sobretudo, na sensibilização das instituições para que disponibilizem postos de trabalho para acolher as pessoas com deficiência visual.

José Maria Neves cumpre hoje o seu último dia da sua visita ao concelho da Praia. Antes de se deslocar às instalações do CENORF e da ADEVIC, em Achada São Filipe, o chefe de Estado esteve na localidade de São Martinho Pequeno.

MJB/CP

Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos