Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PR diz que ainda é cedo para uma avaliação “séria, objectiva e definitiva” sobre saída dos TACV do mercado interno

Cidade da Praia, 20 Ago (Inforpress) –   O Presidente da República considerou hoje que ainda é cedo para uma avaliação “séria, objectiva e definitiva” sobre a retirada da TACV do mercado interno, e indicou que os cidadãos saberão avaliar “no tempo certo e adequado”.

Jorge Carlos Fonseca expressou esta posição durante o balanço que fez, hoje, sobre os seus sete anos exercício presidencial, no decorrer do qual revelou que gostaria de terminar o mandato com o problema de transportes aéreos e marítimos já resolvido ou em vias de resolução.

“Independentemente do que o Presidente possa pensar sobre as opções, independentemente daquilo que foram o teor das conversas que tive variadíssimas vezes com o primeiro-ministro, com o ministro das Finanças e com o ministro da Economia sobre o percurso dessas opções, creio que é preciso dar um tempo para se avaliar a bondade ou não dessas mudanças”, defendeu Jorge Carlos Fonseca.

No entender do Presidente da República os cidadãos saberão “no tempo certo e adequado” avaliar se as opções tomadas pelo Governo foram boas ou más medidas.

Em Julho, o Governo revelou em comunicado que a privatização dos 100% da capital social dos TACV será feita através de uma venda directa das acções.

Revelou ainda que a Unidade de Acompanhamento do Sector Empresarial do Estado (UASE) já tinha recebido aproximadamente 20 manifestações de interesse espontâneas de empresários e empresas nacionais e de investidores estrangeiros na compra dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV).

CD/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos