PR de Cabo Verde confiante na assinatura de acordo de mobilidade no espaço CPLP em Junho

Bissau, 18 Jan (Inforpress) – O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje em Bissau que está confiante que o acordo de mobilidade de cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) deverá ser assinado em Junho, em Luanda, Angola.

Jorge Carlos Fonseca, que hoje iniciou uma visita oficial de três dias à Guiné-Bissau, falava aos jornalistas e respondeu a uma questão na sua qualidade de presidente em exercício da CPLP.

O presidente em exercício da CPLP disse que Cabo Verde elegeu como lema da sua presidência rotativa a “Cultura, as Pessoas, os Oceanos”, e que após um trabalho árduo os resultados alcançados já estão a ser elogiados por dirigentes da organização.

Jorge Carlos Fonseca afirmou que Cabo Verde apostou na questão da mobilidade de cidadãos como objectivo da sua presidência e já tem um acordo elaborado e, quase, aceite na comunidade.

“Neste momento há um acordo aceite pelos ministros da Administração Interna, ministros das Relações Externas dos nove países da CPLP e temos um acordo pronto para, se Deus quiser, em Julho, em Luanda, os chefes de Estado o aprovarem em definitivo e assinarem o acordo de mobilidade no espaço da CPLP”, declarou Jorge Carlos Fonseca.

O dirigente cabo-verdiano frisou que “mesmo que fosse só isso” o seu país ia considerar que alcançou “uma grande vitória”, já que o próprio, enquanto académico, sempre defendeu que sem a mobilidade de cidadãos a CPLP não existirá.

“Recentemente o secretário executivo, ocupado por Portugal, teceu grandes elogios à presidência de Cabo Verde”, adiantou Jorge Carlos Fonseca.

A CPLP integra nove Estados-membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Inforpress/Lusa/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos