PR de Cabo Verde anuncia visita à Guiné-bissau para entre os dias 18 e 20 de Janeiro de 2021

Cidade da Praia, 08 Jan (Inforpress) – O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje que, em princípio, estará de visita à Guiné-Bissau entre os dias 18 e 19 deste mês de Janeiro para relançar as relações entre os dois países.

Jorge Carlos Fonseca fez esta revelação aos jornalistas , momentos antes da apresentação, na cidade da Praia, da obra Magistratura de Influência, VIII (A Cultura, as Pessoas, a Diplomacia, a Ambição de uma Democracia Avançada), que compila todas as mensagens e discursos do Presidente da República (PR) cabo-verdiano de Setembro de 2018 a Outubro de 2019

“A visita à Guiné-bissau em princípio será uma visita oficial de Estado nos dias 18, 19 e 20 de Janeiro”, avançou o Chefe de Estado, completando que a mesma será de relançamento das relações entre Cabo Verde e Guiné-bissau.

Ainda nas suas declarações, Jorge Carlos Fonseca relembrou que Cabo Verde e Guiné-bissau “são países que têm laços históricos de cultura e muitas cumplicidades”.

“Poderá ser um momento importante para relançar, reforçar e aproximar cada vez mais os dois povos”, reforçou.

Jorge Carlos Fonseca recebeu no início de Novembro último, através do embaixador da Guiné-Bissau no arquipélago, Mbála Alfredo Fernandes, um convite do seu homólogo bissau-guineense, Umaro Sissoco Embaló, para visitar aquele país.

“Eu vim cá, trazer uma mensagem de sua excelência o Presidente da República da Guiné-Bissau, a convidar o senhor Presidente Jorge Carlos Fonseca para uma visita oficial ao nosso país, Guiné-Bissau, país irmão de Cabo Verde”, disse Mbála Alfredo Fernandes aos jornalistas, à saída do palácio da Presidência da República.

Mbála Alfredo Fernandes afirmou ainda que o Presidente cabo-verdiano recebeu o convite “com muita satisfação”.

“Estaremos a trabalhar para a concretização dessa visita. Vamos trabalhar diplomaticamente, criar uma comissão que possa fazer um programa abrangente que possa estar dentro daquilo que é o espírito da nossa ligação ancestral, entre os dois povos”, respondeu, quando questionado acerca da possível data da deslocação.

Ainda nas suas declarações, o embaixador referiu que “não será uma visita qualquer”, pelo que “terá de ser bem tratada com níveis abrangentes a todas as áreas e sectores”, o que demonstra que, realmente, a relação entre os dois países “é inquebrável”.

“Ao mesmo tempo, a deslocação do Presidente da República de Cabo Verde servirá para afirmar, mais uma vez, ao mais alto nível, essa relação entre os povos e os Estados que se uniram há muito tempo, não só pela parte política, mas também pelos laços consanguíneos”, concluiu.

Em 2019 o Presidente de Cabo Verde cancelou uma visita que tinha agendado à Guiné-bissau, para acontecer entre os dias de 12 a 14 de Fevereiro.

Jorge Carlos Fonseca, que devia deslocar-se a Bissau, na sua qualidade de presidente em exercício da CPLP, acabou por chegar à conclusão que o momento não era adequado, tendo em conta as legislativas de Março de 2019, na Guiné-bissau.

A visita oficial de Jorge Carlos Fonseca tinha sido anunciada pelo então Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos