Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PR “convencido” de que Cabo Verde tem jovens capazes de fazer o País crescer na área da economia digital

Cidade da Praia, 11 Out (Inforpress) – O Presidente da República (PR), Jorge Carlos Fonseca, disse hoje acreditar que Cabo Verde tem jovens capazes de fazer o País crescer na área da economia digital, augurando “futuro risonho” para o NOSi e para o Parque Tecnológico.

Jorge Carlos Fonseca fez estas declarações durante uma visita de cortesia, a última enquanto Chefe do Estado, que efectuou esta tarde ao Núcleo Operacional da Sociedade de Informação – NOSi e ao Parque Tecnológico de Cabo Verde, em Achada Grande Frentes, na cidade da Praia.

“Saio daqui mais convencido de que temos jovens, gente capaz e com competência para crescer. Sempre estive convencido de que a área das novas tecnologias, de informática, do digital, como por exemplo das línguas, é uma que o cabo-verdiano tem muito potencial, habilidade e capacidade”, disse.

Ainda nas suas declarações, o Chefe de Estado, augurou um “futuro muito risonho” ao NOSi, centrado mais na questão da governação electrónica e na promoção da economia digital e ao Parque Tecnológico, para outro tipo de metas e objectivos que têm a ver com o mundo empresarial, dos negócios, da prestação de serviços nacionalmente e também internacionalmente.

“Estou muito satisfeito e muito seguro de que Cabo Verde vai em bom caminho. Em todos os aspectos vai construindo uma democracia que é de referência. Apesar de todas as críticas, que são legítimas, eu também as faço, das insuficiências, dificuldades e até dos processos eleitorais”, acrescentou.

Para Jorge Carlos Fonseca, quando Cabo Verde aparece nos rankings mundiais, que o coloca em altos níveis, não é só “pelos lindos olhos”, mas sim porque isso é, de facto,  real.

Prosseguido, o PR afirmou que se pode ser crítico, mas talvez deva-se ter prudência de não usar uma postura de, às vezes, autoflagelação.

“Vejo que temos jovens competentes, ambiciosos que querem carregar o País e levá-lo a metas muito mais ambiciosas e transformar Cabo Verde num País verdadeiramente desenvolvido, uma economia moderna, competitiva para bem de todos os cabo-verdianos”, frisou.

Em 2018 o Presidente da República distinguiu o NOSi com a Primeira Classe da Medalha de Mérito, “em reconhecimento da forma abnegada e profissional, com que contribuiu para a valorização e afirmação da ciência e tecnologia em Cabo Verde”.

GSF/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos