Portugal: RJ ANIMA participa com várias actividades no “Mês das Migrações” em Sintra

Lisboa, 07 Set (Inforpress) – Setembro é o “Mês das Migrações” no concelho de Sintra e a Associação de Dinamização Ambiental, Social e Cultural (RJ ANIMA) participa com diversas actividades que promovem o intercâmbio e convívio entre as comunidades.

Promovido pela Câmara Municipal de Sintra, o mês está a ser comemorado pelas associações e instituições que trabalham com cidadãos migrantes no concelho de Sintra e vai até 01 de Outubro.

Workshops, sessões informativas, debates, exposições, torneios, jogos, almoços e degustações da gastronomia de diversos países são algumas das actividades em agenda, com a finalidade, segundo a organização de “promover a cultura para uma sociedade mais inclusiva”, assim como “desenvolver e reforçar a convivência intercultural”.

Exposição “Antropológica e Etnocultural Africana”, como peças antigas rústicas que contam vivências e costumes orais, “Stórias na Ribeira das Jardas”, com sessões de contos interculturais e “Stória di speransa”, um espetáculo musical com contos, exposição antropológica etnocultural e degustação (sabores portugueses e africanos), são as actividades a serem promovidas pela RJ ANIMA.

O IV Torneio de uril e “Caminhada com stória – Espirito de pertença”, são outras actividades promovidas pela associação.

“Sintra tem uma forte comunidade dos emigrantes. O nosso foco tem sido muito as escolas, que às vezes têm alunos de entre 27 a 40 nacionalidades, mas a maior parte são dos PALOP [Países Africanos de Língua Portuguesa], sobretudo de Cabo Verde e Angola”, disse à Inforpress Adriano Reis, da RJ ANIMA.

Para ele, tem sido “super gratificante”, porque no mês de Setembro há uma “forte presença” na comunidade, fazendo questão de também envolver sabores, com comida tradicional, para além da literatura.

A RJ ANIMA é uma associação que tem como fim divulgar e defender as manifestações culturais e interculturais, promovendo diálogo pela diversidade cultural, a integração e a inclusão migrante, defender os Direitos Humanos e a cidadania plena.

Objectiva ainda fomentar a educação ambiental e a eco cidadania, zelar pela conservação do ambiente e da natureza e da qualidade de vida, bem como defender os Direitos Humanos.

Desenvolver a solidariedade e a fraternidade, combatendo a pobreza, a exclusão social, o preconceito, o racismo e a xenofobia, promover o multiculturalismo como parte integrante de uma cidadania plena e universalista são outros dos objectivos da organização.

Como estratégias para alcançar estes objectivos, a associação desenvolve acções de formação em método formal e informal, privilegiando a acção junto dos jovens, nomeadamente em escolas, nos domínios da educação ambiental e na educação para a cidadania.

DR/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos