Portugal: Primeiro fórum entre os municípios cabo-verdianos e portugueses deve ser realizado este ano em Cabo Verde

Lisboa, 29 Jul (Inforpress) – A realização do primeiro fórum entre municípios cabo-verdianos e portugueses, a ser realizado este ano em Cabo Verde, foi uma das recomendações do encontro de hoje, em Lisboa, entre os autarcas dos municípios portugueses geminados com o arquipélago.

Encontro com os autarcas portugueses da área metropolitana de Lisboa geminadas com as câmaras municipais cabo-verdianas foi uma iniciativa do Presidente da República, José Maria Neves, que cumpre hoje o segundo dia de uma visita de quatro dias a Portugal, a convite do seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, visando o reforço dos laços históricos, políticos, económicos e culturais entre os dois países.

Em declarações à imprensa cabo-verdiana, o presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, geminado com a Câmara Municipal de São Vicente, considerou o encontro uma iniciativa “muito importante”, o que mostra o papel que o Presidente da República de Cabo Verde atribui aos projectos e acções de cooperação que podem ser realizados entre os municípios portugueses e cabo-verdianos.

“Uma das propostas que nasceu e apadrinhada pelo Presidente da República é a realização de um primeiro fórum entre os municípios portugueses e cabo-verdianos, no sentido de se discutir e alargar a participação dos municípios que têm a geminações ou acções de cooperação com ONG, associações ou empresas”, contou.

Para Isaltino Morais, a realização deste primeiro fórum pode ser uma “acção muito importante, no sentido de poder desencadear um novo modelo de cooperação em que seja possível envolver um conjunto de municípios em projectos comuns”, acrescentando que muitos projectos estão em curso, mas que há muitos outros que podem ser levados a cabo.

“Foi aqui chamado a atenção de projectos de cooperação na área do saneamento básico, na área dos residios sólidos, de abastecimento de água, entre outros e o que acontece é que muitas vezes, um município português desenvolve um projecto com um outro município de Cabo Verde, quando poderia ter um muito maior impacto se porventura houvesse uma conjugação de esforços entre os vários municípios”, frisou.

Por sua vez, o presidente da Associação dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes, confirmou a ideia da realização do fórum, sublinhando que os municípios “é um poder mais próximos das pessoas”, que conhecem melhor a realidade de cada território.

“Saiu também daqui deste encontro um compromisso importante, que é a realização do primeiro fórum anual de cooperação descentralizada entre os municípios cabo-verdianos e portugueses, a realizar-se-á ainda este ano em Cabo Verde, que servirá para relançarmos a cooperação que já existe, mas que precisa ser reforçada”, contou, indicando que o propósito da ANMCV é “dar maior visibilidade possível aos municípios”.

Para Herménio Fernandes, entre as câmaras cabo-verdianas e portuguesas há uma “excelente relação”, explicando que o encontro serviu para discutir como aprofundar as relações, estando seguro de que com a iniciativa do Presidente da República que a ANMCV se associa e valoriza, as “melhores formas do reforço de cooperação irão nascer” e dinamizar a cooperação descentralizada entre os municípios dos dois países.

A ideia é trabalhar em projectos concretos, com impactos nos territórios, visando melhorar a competitividade dos municípios e reforçar os laços de cooperação, realçando que esta iniciativa abre novas frentes de conquistas de parcerias, tendo em conta que os munícios têm enfrentado “enormes desafios” em várias áreas.

“É neste sentido que saio bastante satisfeito, porque é uma excelente iniciativa do Presidente da República, que na sua primeira visita oficial a Portugal, colocou na sua agenda o poder local que tem contribuído fortemente para o crescimento do País e o desenvolvimento de Cabo Verde e vamos aproveitar as oportunidades que foram identificadas durante este encontro”, constatou.

Para além de Isaltino Morais, estiveram presentes no encontro os presidentes das câmaras municipais de Odivelas, Hugo Martins, da Moita, Carlos Albino, do Seixal, Joaquim Santos, e da Amadora, Carla Tavares, e o vereador das Relações Internacionais da Câmara Municipal de Cascais, Francisco Kreye.

Ainda participaram na reunião o vice-presidentes das câmaras municipais da Azambuja, António de Matos, de Vila Franca de Xira, Marina Tiago, da Lourinhã, José Tomé, de Sintra, Bruno Parreira e de Palmela, Luís Miguel Calha.

Nesta primeira visita oficial de José Maria Neves a Portugal, como chefe de Estado, o antigo primeiro-ministro faz-se acompanhar de, para além do presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes, do ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, e do embaixador de Cabo Verde, Eurico Monteiro.

DR/ JMV
Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos