Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Portugal permanece empenhado em trabalhar com Cabo Verde guiado pelos princípios de Amílcar Cabral – Presidente

 

Cidade da Praia, 10 Abr. (Inforpress) – O Presidente luso disse hoje que Portugal permanece empenhado em trabalhar lado-a-lado com Cabo Verde, guiado pelos princípios que enformaram o pensamento de Amílcar Cabral, na educação “que liberta o Homem e que o prepara para desafios do futuro”.

Marcelo Rebelo de Sousa falava após a cerimónia oficial de entrega das Chaves da Cidade, nos Paços do Concelho, pelo autarca Óscar Santos, tendo destacado a existência de uma “intensa cooperação entre o poder local português e cabo-verdiano” para autoproclamar-se como “um praiense a partir de hoje”.

O Chefe de Estado português afirmou que a imagem positiva de Cabo Verde em Portugal, enquanto um país “seguro, estável e previsível”, aliado a um profundo conhecimento mútuo entre os dois povos, constituí elementos decisivos para a promoção da presença portuguesa no arquipélago.

Disse que a Cidade da Praia, destaca-se não só por ser a capital, mas também pela sua história e pelo seu património arquitetónico e cultural, pelas suas praias, assim como pela gentileza e fiabilidade das suas gentes, com predisposição natural e cosmopolita, para conhecer outras culturas.

“A Praia tem ainda a vantagem adicional da sua centralidade e das suas infraestruturas para atrair mais empresários portugueses e não será, seguramente, irrelevante, no futuro a existência da recém-criada escola portuguesa de Cabo Verde, situada na Praia, num terreno cedido pelo município”, explica, considerando que o tecido empresarial português em Cabo Verde contribui para o desenvolvimento da capital cabo-verdiana.

Considera tratar-se de uma vertente de relacionamento bilateral, tendo sublinhado que a colaboração com o município, que tem como principal objectivo melhorar o dia-a-dia dos cidadãos, permite, de forma muito concreta e com “resultados muito visíveis”, estreitar os laços de amizade que unem portugueses e cabo-verdianos.

Rebelo de Sousa enaltece a melhoria da vida quotidiana das pessoas como a razão de ser de toda a actuação política, razão pela qual manifestou o seu reconhecimento público às “câmaras municipais de Cabo Verde que têm vindo a trilhar lado a lado um caminho em prol do desenvolvimento das suas urbes e pelo conforto dos seus munícipes”.

Considera que, desta forma, está-se a contribuir para o estreitar dos laços de amizade e de confiança entre Portugal e Cabo Verde, e debruçou-se de forma particular nos acordos de geminação existentes entre a Câmara Municipal da Praia com várias congéneres de Portugal, designadamente Lisboa, Gaia, Gondomar, Funchal e Ponta Delgado.

Considerando que o futuro de Cabo Verde passa pelos jovens, Marcelo Rebelo de Sousa disse que este “manancial de pujança “deve ser aproveitado, por constituir um desafio, pois que na Cidade da Praia, onde vive 1/5 da população cabo-verdiana as projecções apontam para um crescimento demográfico muito elevado nos próximos anos.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos