Portugal: Exposição “Orenda” patente no CCCV em Lisboa até 24 de Setembro 

Lisboa, 22 Jul (Inforpress) – A exposição “Orenda: memória da pele”, de Mito Elias e Bento Oliveira, é inaugurada este sábado, 23, em Lisboa, e vai estar patente ao público até 24 de Setembro, no Centro Cultural de Cabo Verde (CCCV).

A exposição, que junta os cabo-verdianos Mito Elias, residente na Austrália, e Bento Oliveira, residente em Cabo Verde, é justificada pelos artistas como sendo um “diálogo intercontinental” entre dois crioulos e uma “reflexão sobre o estado da irmandade pós-covid-19”.

“Orenda é um extraordinário poder invisível que os índios iroqueses acreditavam permear em graus variados todos os objectos naturais animados e inanimados como uma energia espiritual transmissível capaz de ser exercida de acordo com a vontade de seu possuidor a orenda de um caçador bem-sucedido supera a de sua presa”, explicam o nome da exposição.

Bento Oliveira nasceu em 1973, na ilha de Santo Antão. Fez os estudos primários na vila da Ribeira Grande, para depois viajar para São Vicente, onde vivencia os seus primeiros naufrágios diante da paisagem que o circunda, descobrindo as artes visuais como forma de “exprimir as suas atitudes e inquietudes” perante a vida.

Depois de uma estadia na Amazónia, onde se licenciou em Educação Artística, Habilitação Artes Plásticas na Universidade Federal do Pará (Brasil), Bento Oliveira regressou a Cabo Verde, que considera ser a sua “eterna inspiração e musa da sua arte”.

Mito Elias nasceu na Cidade da Praia, mas vive e trabalha na diáspora desde 1989, tendo estudado no Centro de Arte e Comunicação Visual (ArCo) em Lisboa entre 1989 e 1992. É um poeta e artista plástico, com exposições regulares desde 1983, e tem viajado por diversos cantos do globo, como Angola, Brasil, Cabo Verde, Canárias, China, Estados Unidos da América, Espanha, França, Holanda, Itália e Portugal.

Mito Elias vive em Melbourne, na Austrália, desde 2013, onde trabalha como artista independente e tutor de artes visuais, dirigindo workshops, foi distinguido com a Medalha do Vulcão, 1.ª classe, atribuída pela Presidência da República de Cabo Verde.

A inauguração da exposição “Orenda: Memória da pele” está marcada para às 18:00, e tem a parceria da Embaixada de Cabo Verde em Portugal, da Embaixada da Austrália em Portugal e do Centro Português de Serigrafia (CPS).

As visitas estão abertas até 24 de Setembro, de segunda a sexta-feira, das 10:00 às 17:00, com entrada é livre.

DR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos