Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Portugal: Eurico Monteiro junta-se a outros embaixadores para pintar tela de solidariedade com as vítimas de ciclones em Moçambique

Cidade da Praia, 27 Jul (Inforpress) –  O embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Monteiro, vai hoje unir-se a mais nove embaixadores naquele país para pintar uma tela de solidariedade com as vítimas de ciclones em Moçambique, confirmou à Inforpress a organização.

Esta iniciativa da Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana (PADEMA) acontece no âmbito da IV Feira da Mulher Africana, que arranca hoje e vai até domingo, na Casa Pia de Lisboa, no Restelo (Portugal), enquadrada nas celebrações do dia Internacional da Mulher Africana, assinalado a 31 de Julho.

Sob o lema “Solidariedade com as vítimas de ciclones em Moçambique”, durante este evento, segundo a organização, decorre um workshop das artes plásticas, coordenado pela artista plástica angolana Dilia Fraguito Samarth.

Durante este workshop, mais de dez embaixadores de África, Ásia e Europa vão pintar uma tela de solidariedade com as vítimas de ciclones e as primeiras pinceladas serão da Decana do Grupo africano, Fatiha Selmane, embaixadora da Argélia.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da PADEMA, Luzia Moniz, disse que até a data estão confirmados a presença dos embaixadores da Argélia, Líbia, Egipto, República Democrática do Congo, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Moçambique, Suécia e das Filipinas.

Ainda, de acordo com informações divulgadas pela organização, no seu site, a pintura, em que farão parte elementos da natureza, é também um elogio à terra e é uma resposta ao recente apelo do secretário-geral da ONU, António Guterres, que a todos convocou ao afirmar: “salvar o planeta é a batalha das nossas vidas”.

Posteriormente, a tela será leiloada e o dinheiro arrecadado será entregue ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento de Moçambique (PNUD)para apoiar vítimas de ciclones.

Com esta IV Feira da Mulher Africana, a PADEMA pretende enaltecer a mulher africana como o principal vector do desenvolvimento do continente, destacando as suas diversas valências culturais e manifestar a sua solidariedade com as vítimas de ciclones em Moçambique.

Na Feira, eminentemente cultural, haverá artes plásticas, literatura, música, dança, teatro, artesanato, moda, gastronomia e animação infantil.

Na parte de artes plásticas, Cabo Verde estará representado pela artista plástica Sónia Lopes que irá expor os seus quadros e alguns artigos.

AM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos