Portugal: CPLP envia missão de observação às eleições na Guiné Equatorial de 20 de Novembro

Lisboa, 14 Nov (Inforpress) – A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) enviou hoje uma missão de observadores às eleições Presidenciais, para a Câmara dos Deputados, para o Senado e Municipais na Guiné Equatorial, marcadas para 20 de Novembro.

Em nota informativa, a CPLP disse que a missão, que estará no terreno de 14 a 23 de Novembro é chefiada pela antiga primeira-ministra de São Tomé e Príncipe e antiga secretária executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira.

A missão é constituída, até ao momento, por 15 observadores designados pelos Estados-membros, pela Assembleia Parlamentar e funcionários do Secretariado Executivo da CPLP.

De acordo com a mesma fonte, os observadores da CPLP vão testemunhar a fase final da campanha eleitoral que vai de 03 a 10 de Novembro, o dia da votação e o apuramento parcial dos votos.

As actividades passarão, também, por manter encontros com os partidos candidatos ao acto eleitoral e com as autoridades de administração e gestão eleitoral, designadamente, a ‘Junta Electoral’.

O Presidente Teodoro Obiang concorre a um sexto mandato de sete anos, pela quinta vez, contra Buenaventura Monsuy Asumu, que dirige o Partido da Coligação Social Democrata (PCSD).

As últimas eleições presidenciais foram realizadas em Abril de 2016, quando Teodoro Obiang, no poder desde 1979, foi reeleito com pouco mais de 95% dos votos.

A Guiné Equatorial é desde 2014 um dos nove Estados-membros da CPLP, integrada também por Cabo Verde, Portugal, Angola, Brasil, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor-Leste.

DR/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos