Portugal: Centro Cultural de Cabo Verde recebe Orquestra Geração nas comemorações do dia da independência

Lisboa, 03 Jul (Inforpress) – O Centro Cultural de Cabo Verde (CCCV) em Lisboa abriu às portas para receber um concerto da Orquestra Geração enquadrado no programa de comemoração dos 47 anos da Independência de Cabo Verde, assinalada a 05 de Julho.

O concerto da Orquestra Geração – Camerata de Loures, que ocorreu na tarde/noite de sábado, 02, contou com a presença do embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Monteiro, e uma sala cheia, e também se enquadra nas comemorações do terceiro aniversário do CCCV, inaugurado a 06 de Julho de 2019.

Com algumas músicas de Cabo Verde no seu repertório na apresentação, a Camerata de Loures tocou algumas canções cabo-verdianas, como mornas e coladeiras, pela orquestra que tem a direcção a cargo do maestro António Barbosa.

Conforme informações partilhadas pelo CCCV, a Orquestra Geração é composta por jovens de todos os estratos sociais, com foco especial em jovens oriundos de famílias dos “estratos sociais mais baixos”, muitos deles de famílias de origem cabo-verdiana.

Conforme a mesma fonte, a Orquestra Geração/Sistema Portugal é um projecto sociopedagógico inspirado no conhecido “El Sistema”, da Venezuela, e tem como principal objectivo “promover um desenvolvimento pleno das crianças e jovens, contribuindo para o seu desenvolvimento pessoal, social e escolar, favorecendo a inclusão social em meios mais desfavorecidos e com menos oportunidades, através do ensino da música”.

Com base em parcerias, tanto institucionais como mecenáticas, e com o apoio pedagógico da Escola de Música do Conservatório Nacional, o projecto tem desenvolvido inúmeras propostas educativas e culturais, com resultados concretos.

“São muitos os alunos que hoje modificaram atitudes e enriqueceram os seus projectos de vida, bem como os que optaram por um futuro ligado à música, conseguindo o acesso a conhecidas escolas profissionais de música e ao ensino superior”, explicou a coordenadora do CCCV, Ângela Barbosa.

O projecto recebeu, entre outras distinções, o Prémio Nacional de Professores em 2010, o Quadro de Excelência do Município da Amadora em 2011, foi considerado um dos 50 melhores projectos sociais da União Europeia em 2013 e 2014, Menção Honrosa da Fundação Mota Engil em 2017 e já em 2018 foi considerado projecto do ano pela AGEAS.

Em Dezembro de 2018, a Orquestra Geração foi laureada com a Medalha de Ouro Comemorativa do 50º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, atribuída pela Assembleia da República de Portugal, pelo trabalho realizado junto das crianças, jovens e comunidades com quem trabalham.

Em 2019 foi galardoada com a Medalha de Mérito do Município da Amadora, atribuída aquando das comemorações dos 40 anos da fundação do município.

A Orquestra Geração tem sido convidada para vários eventos, como para a sessão de lançamento do programa de fundos europeus 20/20, comemorações oficiais dos 30 anos de entrada de Portugal para a Comunidade Europeia e em 2022 foi convidada para participar na cerimónia de abertura solene das comemorações do 50º aniversário do 25 de Abril.

DR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos