Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Portonovenses com “dificuldades” na obtenção de passaportes que deixaram de ser emitidos localmente há dois anos

Porto Novo, 26 Abr (Inforpress) – Os passaportes deixaram, há dois anos, de ser emitidos no município do Porto Novo, facto que tem criado aos portonovenses “grandes dificuldades” na obtenção desse documento que, em Santo Antão, é emitido somente em Ribeira Grande.

Vários cidadãos, abordados pela Inforpress, dizem enfrentar “vários constrangimentos” na obtenção do passaporte que, desde 2017, deixou de ser emitido no concelho do Porto Novo, para o desagrado dos portonovenses e das autoridades locais.

Teodoro Graça é um dos vários munícipes que, nesta altura, precisam do passaporte, mas terá que se deslocar ao Comando Regional da Polícia Nacional, em Ribeira Grande de Santo Antão, percorrendo 36 quilómetros, para requerer o documento, com todos os custos daí advenientes.

Essa preocupação tem sido, igualmente, colocada às autoridades locais pelos emigrantes em férias, que consideram “descabido” o facto de os portonovenses serem obrigados a se deslocar à Ribeira Grande para solicitar o passaporte.

O edil, Aníbal Fonseca, partilha da preocupação dos portonovenses, considerando que a decisão de se passar a emitir passaportes apenas em Ribeira Grande tem sido “um constrangimento” para os munícipes deste concelho.

O autarca disse ter já colocado esta questão ao ministro da Administração Interna, acreditando que existe a possibilidade de ser resolvida, já que tem sido “uma dificuldade grande” para os munícipes obterem o passaporte.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos