Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Trabalhadores em Chã de Norte exigem da edilidade três meses de salários em atraso

Porto Novo, 28 Set (Inforpress) – Um grupo de trabalhadores em Chã de Norte, no Porto Novo, Santo Antão, reclamou, hoje, da edilidade portonovense, três meses de salários em atraso, pelos trabalhos prestados numa frente nessa localidade do interior do concelho.

Danielson Lima, porta-voz dos 14 trabalhadores em causa, explicou que se trata de intervenções feitas, nos últimos três meses, na recuperação de terrenos agrícolas em Chã de Norte, financiados pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), mas que estão a cargo da câmara do Porto Novo.

“São trabalhadores, todos chefes de família, que precisam do seu dinheiro para resolver os seus problemas”, avançou este trabalhador, segundo o qual “Chã de Norte está abandonada à sua própria sorte”.

Este trabalhador adiantou que, além do problema de salários em atraso, há ainda a situação do furo dessa localidade que, há várias semanas, não funciona devido a um problema no sistema de bombagem de água.

Por causa dessa avaria, os cerca de 50 agricultores dessa localidade acabaram por perder toda a produção de cenoura e de batata doce, segundo um representante dos lavradores.

O MAA informou que os técnicos estão todos os dias em Chã de Norte “empenhados” na reparação da avaria no furo, que não produz água desde o mês de Agosto.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos