Porto Novo/Seca: Criadores com dificuldades para adquirir água para os animais devido a custos “muito elevados” – associação

Porto Novo, 04 Mai (Inforpress) – Os criadores na zona baixa do município do Porto Novo (Morro Tubarão, Ribeira Brava, Ribeira Tortolho) estão a ter dificuldades para adquirir água para os animais, devido aos “custos muito elevados” do transporte praticados pelos privados.

O alerta é do representante da Associação dos Criadores de gado do Porto Novo, Romeu Rodrigues, que explicou que a classe está a ter dificuldades para recorrer aos privados para o transporte de água, cujo preço ultrapassa a capacidade da maioria dos pastores.

A única viatura auto-tanque de que dispõe o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) no Porto Novo está avariada, razão pela qual os criadores de gado são obrigados a recorrer aos privados, que pratica “um preço cinco vezes maior” em relação a este ministério, avançou.

“O transporte de nove toneladas de água através da viatura do MAA fica por pouco mais de mil escudos, enquanto que os privados cobram mais de cinco mil escudos. Muitos criadores não conseguem suportar este custo”, esclareceu este responsável, pedindo à edilidade porto-novense para apoiar a classe neste aspecto.

Romeu Rodrigues insistiu ainda na necessidade de o MAA contemplar o município do Porto Novo, com um dos maiores efectivos pecuários do País, com mais uma viatura auto-tanque para os socorrer nesta altura, em que o concelho se depara com uma seca prolongada.

O delegado do MAA, Joel Barros, confirmou à Inforpress a avaria no auto-tanque, mas afiançou que a Câmara Municipal do Porto Novo está a auxiliar os criadores no transporte de água.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos