Porto Novo/São João: Produtos Amupal vão estar expostos a bordo do Chiquinho na linha São Vicente/Santo Antão

Porto Novo, 14 Jun (Inforpress) – Os produtos transformados fabricados pela Associação das Mulheres do Planalto Leste (Amupal) em Santo Antão vão estar a 22 de Junho expostos a bordo do navio Chiquinho, que faz a ligação São Vicente/Porto Novo.

A exposição de produtos Amupal (doces, licores e compotas) a bordo do Chiquinho realiza-se a convite da CV Interilhas e insere-se no âmbito do evento “Son Jon 22” que esta empresa vai promover, a partir do dia 20 de Junho, durante as festas de São João no Porto Novo.

A presidente da Amupal, Josefa Sousa, disse à Inforpress que esta associação, cujos produtos ostenta o selo de origem dos produtos genuínos de Santo Antão, sente-se “privilegiada” pelo facto de ter sido escolhida por esta empresa para expor os seus produtos para degustação a bordo do Chiquinho.

Trata-se, adianta a mesma fonte, de uma oportunidade que a Amupal terá para dar a conhecer os seus produtos numa altura em que o fluxo de passageiros na linha marítima São Vicente/Santo Antão “aumenta de forma significativa” com milhares de pessoas a viajarem entre as duas ilhas vizinhas.

A responsável avançou que a Amupal, que dispõe de uma unidade de transformação de produtos, situada em Águas das Caldeiras, está a preparar-se para expor a bordo do ferry boat Chiquinho seis qualidades de produtos, que já gozam de muita preferência no mercado nacional.

Amupal é uma das 40 associações, empresas e empreendedores em Santo Antão que já ostentam a certificação e o selo de origem dos produtos genuínos desta ilha, registado pelo Instituto da Gestão da Qualidade e Propriedade Intelectual (IGQPI).

Este selo distingue os produtos e serviços locais que contribuem para uma oferta turística autêntica e diferenciada.

Esta associação está em vias de obter ainda o selo SPG (sistema participativo de garantia) no quadro do projecto “agro-ecologia como instrumento para a conservação da paisagem terrestre e para a resiliência das comunidades rurais inseridas nas áreas protegidas e zonas de amortecimento dos parques naturais de Santo Antão.

Com o selo SPG, a Amupal já pensa na exportação dos seus produtos, a começar pela França, segundo a líder desta associação, que tem em carteira um projecto de produção do vinho no Planalto Leste.

O selo SPG constitui uma forma de garantir a origem, a qualidade e a segurança dos produtos e visa reconhecer e valorizar, de forma participativa, o processo de produção e o impacto de alguns produtos locais nos parques naturais de Santo Antão.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos