Porto Novo: Saneamento, desemprego e problemática de crianças na rua inquietam munícipes

Porto Novo, 02 Abr (Inforpress) – O estado do saneamento, o desemprego e a problemática de crianças na rua no município do Porto Novo inquietam os munícipes, que alertam para a necessidade de se promover projectos que atendam a estas preocupações.

O munícipe Lenine Chantre realça os “bons investimentos” realizados até agora neste concelho, mas defende a reabertura da fábrica de pozolanas, a extensão do porto, a construção do aeroporto e investimentos no saneamento para que este município possa entrar “no eixo da economia, criando empregos sustentáveis”.

“Precisamos reabrir a fábrica de pozolana, proceder ao alargamento do cais, à construção do aeroporto, a investimentos no saneamento e muito mais. Só assim podemos desenvolver e ser uma grande cidade”, notou.

Em termos de saneamento, os munícipes têm estado a pedir melhorias na rede de esgotos, já saturada.

Alcides Lopes chama atenção para o problema de crianças na rua que começa a preocupar as pessoas neste concelho, alertando ainda para o fenómeno da pobreza que atinge Porto Novo, município que, a seu ver, precisa de “desenvolvimento de facto”.

Este porto-novense admite que que “algumas infra-estruturas são visíveis a olho nu”, mas no que se refere a melhorias das condições de vida dos munícipes as intervenções “deixam muito a desejar”.

Marco Silva avisa que “muitas zonas e comunidades estão sendo abandonadas à própria sorte”.

A reacção destes munícipes surge a propósito de uma nota divulgada, sexta-feira, pela Câmara Municipal do Porto Novo, através da qual a edilidade admitiu que o desemprego, o acesso ao ensino superior, a problemática do álcool e outras drogas, o abandono escolar e o acesso à saúde são desafios que ainda este município enfrenta.

Porém, defendeu que este concelho tem registado, ao longo dos anos, “melhoria significativa das condições de vida” das populações.

A autarquia disse ainda que, mesmo diante das “limitações financeiras”, não tem poupado esforços na busca de parcerias para colmatar os mais diversos desafios” com o propósito de construir “um município onde a qualidade de vida se impere de forma equilibrada e sustentada”.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos