Porto Novo: Rota Topo de Coroa vai ser criada e sinalizada na retoma do turismo em Santo Antão

Porto Novo, 23 Set (Inforpress) – Santo Antão vai contar, na retoma do turismo nesta ilha, com mais uma rota, a de Topo de Coroa, no Porto Novo, que vai ser também sinalizada, em resposta a uma preocupação dos agentes turísticos santantonenses.

A criação e sinalização desta rota, que já foi apresenta aos operadores desta ilha, é uma das iniciativas que marcam as comemorações do Dia Mundial do Turismo, que se assinala a 27 de Setembro, efeméride marcada ainda por outras acções, com destaque para testemunhos de mulheres que trabalham neste sector, manutenção dos miradouros turísticos, formação de guias e rodas de conversa e sensibilização sobre o turismo.

Santo Antão dispõe de seis rotas (duas rotas em cada um dos concelhos) criadas em 2019,  âmbito das Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo de Santo Antão (Raízes), projecto co-financiado pela União Europeia.

As rotas, que passam pelos pontos de interesse turístico de maior relevância, visam “identificar, valorizar e divulgar os pontos de especial interesse turístico”, bem como “criar atractivos turísticos” com base no património natural e cultural.

No Paul, foram criadas a Rota do Vale, com início no miradouro de Cova e término em Cabo de Ribeira e a Rota da Bruxa, com início em Pico da Cruz e término em Ribeira de Penedo.

No Porto Novo, foram criadas a Rota de Nhô Muchim, com início em Ribeira das Patas e término em Chã de Dragoeiro (Alto Mira) e a grande rota “Os resistentes do Planalto”, que tem início em Morrinho d’Égua e término em Tarrafal de Monte Trigo.

Na Ribeira Grande, a Rota da Ponta do Sol, tem início na cidade da Ponta do Sol e término em Cruzinha, enquanto o Trilho da Celada do Mocho, tem início em Boca de Ambas Ribeiras e término em Chã de Igreja.

Entretanto, a Associação de Guias do Turismo em Santo Antão defende a construção de um miradouro no Tope de Coroa.

O presidente da associação, Odair Gomes, explicou que, para uma melhor segurança dos visitantes, é necessário construir um miradouro no Tope de Coroa, além de criar um campo de campismo para a valorização de todo o parque envolvente.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos